Notícia

Projeto quer regularizar festas e eventos na Rua da Lama

Rua da Lama: projeto em debate com moradores e realizadores de eventos
Rua da Lama: projeto em debate com moradores e realizadores de eventos
Foto: Kaique Dias | CBN Vitória

O projeto de lei que pretende regularizar a realização de uma festa semanal, às terças-feiras, quintas-feiras e sábados, na Rua da Lama, em Jardim da Penha, foi aprovado, nesta semana, na Câmara de Vereadores. A proposta ainda segue para sanção do Executivo.

Para o coordenador geral da Associação de Moradores de Jardim da Penha (AMJAP), Peterson Pimentel, as principais reclamações dos moradores de Jardim da Penha quando há esses eventos na Rua da Lama é com o uso de drogas, a sujeira deixada no local e com o som alto, que segue até de madrugada. Eles também afirmam que, por conta da aglomeração de pessoas, muitos moradores ficam impedidos de chegar ou sair de suas casas. Para ele, é necessário maior debate com relação ao assunto. 

Já Diogo Cypriano, que organiza o evento Som de Fogueira, na Rua da Lama, às terças-feiras, afirma que o projeto vai ajudar a sanar ou minimizar esses problemas. “A prefeitura sendo protagonista desses eventos - e não mais os comerciantes ou estudantes - ela terá como obrigação colocar lixeiras, banheiros químicos e policiamento, por exemplo”, disse.

Para Diogo, as dificuldades enfrentadas pelos moradores decorrem justamente da ausência do poder público no local. Ouça a entrevista completa com o assunto em debate:

Procurada, a Prefeitura de Vitória informou por nota que "vai aguardar o projeto ser protocolado no Poder Executivo e tramitar nas secretarias afins para analisar".

A Rua da Lama é como ficou conhecida a Avenida Anísio Fernandes Coelho, no trecho entre a Praça Wolghano Netto e o cruzamento com a Rua Alziro Zarur, nas proximidades da Ufes.

Ver comentários