Notícia

Rodoviários: governo vai à justiça para garantir multa de R$ 100 mil

Ouça a entrevista com o procurador-geral do Estado, Rodrigo Francisco de Paula

A Procuradoria Geral do Estado vai ingressar na justiça nesta segunda-feira (12) com um pedido de execução provisória da multa estimada em R$ 100 mil /dia por conta do descumprimento, por parte dos rodoviários, de decisão judicial que previa a circulação de 75% da frota do sistema Transcol.

Desde o último sábado (10), uma decisão do juiz Aldary Nunes Junior já garantia, sob pena de multa, a circulação de 75% da frota, como também impedia que rodoviários fizessem bloqueios de trânsito, impedissem a saída dos veículos das garagens e circulassem com as catracas liberadas. O autor da ação judicial, o Estado considera a greve "despropositada", uma vez que há a promessa de não haver demissões.

 

Em entrevista à rádio CBN Vitória, o procurador-geral do Estado, Rodrigo Francisco de Paula, explicou que esta execução provisória visa garantir a cobrança da multa já estipulada pela Justiça de R$ 100 mil/dia. 

Ver comentários