Notícia

Exportação de café capixaba cresce 300% e ganha mercado europeu

Exportação pelo Porto de Vitória supera 300% de aumento no anos, destacado pelo presidente Jair Bolsonaro

Porto de Vitória: mesmo com aumento, setor deve ter competitividade para não perder negócios para estados vizinhos
Porto de Vitória: mesmo com aumento, setor deve ter competitividade para não perder negócios para estados vizinhos
Foto: Vitor Jubini

 

 

A exportação de café do Espírito Santo se tornou destaque nesta segunda-feira, após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tuitar uma mensagem destacando o crescimento dos números via Porto de Vitória. “Café em alta nos portos do Brasil! As exportações pelo Porto de Vitória cresceram 306,4% entre jan e set/2019, o maior dos últimos 5 anos para o período”, publicou o presidente em sua rede social.

De acordo com a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), o aumento de 306,4% diz respeito às exportações de janeiro a setembro de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado. O total exportado entre janeiro e setembro em todo o Brasil permanece sendo o maior dos últimos cinco anos para o período - embarque de 30,4 milhões de sacas. Esse volume representa um crescimento de 27,7% em relação a mesma base do ano passado. Já a receita cambial cresceu 6,5%, chegando a US$ 3,8 bilhões. Em entrevista à Rádio CBN Vitória, Márcio Cândido Ferreira, vice-presidente do Centro de Comércio de Café De Vitória, explica o crescimento. "É o melhor momento depois da recuperação da crise hídrica de 2015, a cotação do dólar está acima dos R$ 4,00, e o mercado demanda cada vez mais o café capixaba, com destaque para o conilon", diz. 

Ouça a entrevista completa:

Márcio também explica que a qualidade do conilon produzido no Espírito Santo tem se destacado na Europa, onde está para eventos do setor. Ele fala que os cafés especiais das montanhas daqui estão sobressaindo. "A qualidade está na muda e vai até a colheita. Também pesa as novas variedades de plantas", explica. 

Entre as áreas produtoras do Estado, além da região de montanha, destaque para Jaguaré, Águia Branca e Marilândia. "O café capixaba está nos principais rótulos do mundo, seja como produto ou compondo o blend", ressalta. 

Ver comentários