Notícia

O que muda para o ES com a chegada da agência consular da Itália

Aprovação foi dada nos últimos dias e vai beneficiar a comunidade italiana no Espírito Santo, estado com a maior proporção de descendentes no país

Passaporte Italiano
Passaporte Italiano
Foto: Divulgação

O Espírito Santo vai passar a contar com um agência consular da Itália. Com isso, será será possível solicitar a cidadania italiana sem sair de Vitória. O comunicado oficial saiu nesta sexta-feira (18) e, agora, será iniciada a fase de transição, segundo Cilmar Franceschetto, presidente da Casa D'Italia Espírito Santo - entidade que congrega a comunidade italiana no Estado. Em entrevista à Rádio CBN Vitória, o presidente explica, por exemplo, que hoje, a maioria dos capixabas que pede o reconhecimento precisa se deslocar até o Rio de Janeiro para conseguir dar entrada na documentação. 

 

 

"Há muito tempo o governo italiano não dava aval para uma estrutura assim. Agora, Vitória e Tenerife foram beneficiadas", diz. "O momento agora é para esperar a transição e será criado um arquivo aqui, em Vitória, o que vai beneficiar a comunidade capixaba diretamente", explicou. Questionado sobre o andamento dos atuais processos, Cilmar diz que o mais indicado é que as pessoas continuem cumprindo o agendamento no Rio de Janeiro até que toda a estrutura esteja em funcionamento. Ouça as explicações:

Saiba mais:

- Para esta etapa, serão contratadas duas pessoas para atuar na unidade consular que já existe em Vitória para dar agilidade a processos dos capixabas e também para digitalizar a documentação daqueles que já realizaram procedimentos no Rio;

- A estimativa, de acordo com Cilmar, é que no prazo de um ano seja realizado um concurso público para contratação definitiva da equipe que vai compor a agência consular do Estado. Por enquanto, explica o presidente, o Espírito Santo ainda mantém dependência em relação ao consulado do Rio de Janeiro mas, após a transição, todos os serviços serão prestados aqui, inclusive a cidadania italiana - a maior demanda dos capixabas;

- Além de favorecer os descendentes de italianos, Cilmar acredita que a instalação de uma agência consular no Estado vai contribuir também para o fortalecimento de parcerias econômicas do Espírito Santo com a Itália.

Ver comentários