Notícia

Chuva no ES: Bombeiros realizaram mais de 3,5 mil atendimentos

Em apenas um dia após o temporal, foram 787 atendimentos na região Sul capixaba

Destruição em Iconha após as chuvas
Destruição em Iconha após as chuvas
Foto: Fernando Madeira

Há duas semanas, em 17 de janeiro, a região Sul do Espírito Santo começou a enfrentar fortes chuvas e que deixaram consequências em cidades como Iconha, Alfredo Chaves, Vargem Alta e Rio Novo do Sul. Agora, a Defesa Civil Estadual saiu do alerta máximo vigente nos últimos dias em relação ao plano de emprego nas áreas afetadas pelas chuvas para o estágio de observação. Em entrevista à Rádio CBN Vitória, o tenente-coronel do corpo de Bombeiros Carlos Wagner Borges, revela os números dos dias da forte chuva. 

"Nós temos 22 cidades com decretos de calamidade pública ou emergência em vigor. Estamos com 20 engenheiros do Crea fazendo uma vistoria na cidade de Iconha sobre os imóveis atingidos pela água", diz. "Para se ter ideia, foram 3.530 atendimentos feitos pelos Bombeiros e não foram coisas simples: pessoas ilhadas, em cima de telhados esperando ajuda, cercada por rios", diz. 

Somente no dia 25 de janeiro, foram 787 atendimentos. Esta data se refere ao fim de semana em que cidades como Castelo, Cachoeiro de Itapemirim, Alegre e o Caparaó foram castigados. 

Confira a entrevista:

Ver comentários