Notícia

Brasileiros gastam em média R$ 1.185 por mês com despesas do carro, aponta estudo

O levantamento leva em consideração gastos com combustíveis, peças de reposição, serviços, impostos de circulação e seguros

Um estudo realizado pela Agência Autoinforme constatou o que muitos motoristas já sentem no bolso: as despesas com um carro podem chegar a valores muito elevados. De acordo com a pesquisa feita pela agência, o brasileiro gasta, em média, R$ 1.185,00 por mês com o automóvel. O levantamento leva em consideração gastos com combustíveis, peças de reposição, serviços, impostos de circulação e seguros.

Segundo o estudo, o item que mais pesa no orçamento dos proprietários de veículos é o combustível. A estimativa é que os motoristas gastem, em média, R$ 344 só para abastecer o automóvel, o que representa cerca de 30% do gasto médio com despesas do veículo.

A servidora pública Ana Beatriz Gomes, de 53 anos, contou que gasta por volta de R$ 100 por semana com gasolina. Como trabalha no Centro de Vitória, aonde vai diariamente de carro, e pratica outras atividades, ela ensina o que faz para reduzir as despesas com o veículo.

“Para diminuir, eu procuro não ir para casa almoçar, porque eu pago caro por um estacionamento no centro da cidade. Já em relação à manutenção, enquanto o carro está dentro da garantia, eu levo à autorizada. Depois disso, eu tenho um mecânico de minha confiança, com quem eu faço as outras revisões”, contou a servidora pública à Rádio CBN Vitória.

Criar novos hábitos, como a utilização do transporte público ou compartilhar o carro com vizinhos que trabalham no mesmo lugar pode ser uma opção para quem deseja gastar menos. Quem explica isso é o economista Mário Vasconcellos.

“O que o ocorre é que, às vezes, no mesmo edifício moram pessoas que trabalham no mesmo local e saem do mesmo lugar. Se pudéssemos criar o hábito de transporte compartilhado, os proprietários já economizariam ao menos no combustível e na manutenção do carro”, exemplificou o economista.

De acordo com a pesquisa da Agência Autoinforme, depois do combustível, os proprietários de veículos têm como principais despesas serviços automotivos, seguros, compra de peças de reposição e impostos de circulação, respectivamente. O levantamento considerou como base um carro popular 1.0, seminovo, usado para atividades do dia a dia, como trabalho e lazer, e para duas pequenas viagens mensais.

Ver comentários