Notícia

Pedido de mudança da Cruz do Papa gera polêmica entre frequentadores do local

O ofício foi negado recentemente pelo governo municipal, mas a Igreja diz que vai recorrer da decisão

Igreja diz que Cruz do Papa perde visibilidade com o Cais das Artes e outros prédios no local
Igreja diz que Cruz do Papa perde visibilidade com o Cais das Artes e outros prédios no local
Foto: Kaique Dias | CBN Vitória

O pedido feito pela Arquidiocese de Vitória à prefeitura da capital para que a Cruz do Papa mude de local na praça onde fica gera polêmica entre os frequentadores do local. O ofício foi negado pelo governo municipal, mas a Igreja diz que vai recorrer da decisão.

A Cruz Reverente, como é originalmente chamada, foi feita por um escultor grego e inaugurada em 1991, na visita do Papa João Paulo II à capital do Estado. Desde então, a arquidiocese alega que o monumento perdeu visibilidade com a construção do Tribunal de Contas da União (TCU) e com o Cais das Artes, atrás do monumento. Mas a prefeitura rebate com o argumento de que ela está no exato local onde aconteceu a missa.

 

A dona de casa Neuza Rangel, de 64 anos, é católica e frequenta a Praça do Papa. Ela lamenta que prédios foram construídos sem pensar na cruz e afirma que concorda com a mudança. “Faltou preservação. Tinha que ter pensado. Eu concordo se ela for para outro lugar visível, aqui mesmo na Praça do Papa”, afirma.

A advogada Monaliza Castiglioni Stocco, de 29 anos, anda de skate na Praça do Papa e fala que, mesmo com a visibilidade perdida, a Cruz Reverente não deve mudar de lugar devido ao valor histórico. “Já virou um ponto turístico, foi aqui que aconteceu a missa. Quem frequenta o local consegue ver então não vejo necessidade disso”, argumenta.

Iluminação

Monalisa acredita que a Cruz do Papa deve continuar onde está
Monalisa acredita que a Cruz do Papa deve continuar onde está
Foto: Kaique Dias | CBN Vitória

A iluminação, segundo alguns frequentadores da Praça do Papa, também deveria melhorar. O músico Marcos Modenese, acredita que, além disso, outros atrativos também ajudariam a dar mais visibilidade à Cruz do Papa. “Inclusive iluminação na praça. Poderia ter mais quiosques e mais árvores, para que as pessoas da redondeza aproveitem”, afirma.

Pedido negado

De acordo com a Prefeitura de Vitória uma reunião aconteceu na última quinta-feira (2) com a Mitra Arquidiocesana. Foi decidido que a Igreja fará uma nova solicitação adequada às exigências do Conselho Municipal de Cultura.

Ver comentários