Notícia

40% dos presentes do "Papai Noel dos Correios" não foram entregues

As cartas são enviadas pelas crianças com ajuda das escolas da rede pública

A campanha Papai Noel dos Correios, criada para ajudar crianças de escolas carentes, ainda não recebeu 40% dos presentes dos chamados padrinhos, que pegaram as cartas enviadas pelas crianças às agências. A campanha termina nesta sexta-feira (1) e nos anos anteriores ao menos 10% das crianças não receberam os presentes.

As cartas são enviadas pelas crianças com ajuda das escolas da rede pública. As crianças informam o que querem ganhar no Natal. Nas agências as cartas são disponibilizadas e as pessoas podem pegar uma delas e dar o presente escolhido.

Neste ano, os Correios receberam cerca de 13 mil cartas em todo o Estado. Na Grande Vitória as agências da Praia do Suá e do Centro de Vitória ainda tem cartas disponíveis para serem adotadas. O mesmo acontece em várias cidades do interior do Estado, onde há uma tolerância maior para a entrega de presentes, devido a quantidade menor de cartas.

Segundo a coordenadora da Campanha Papai Noel dos Correios, Juliana Bourguignon Vogas, a ação é voluntária, mas a partir do momento que a pessoa pega um carta ela tem uma responsabilidade. “A gente quer proporcionar para essas crianças um momento lúdico. Muitas vivem uma realidade difícil, com pobreza e violência. Proporcionar um momento lúdico é transformar a vida dela”, disse.

Juliana acrescenta que todos os anos é necessário um esforço maior das escolas e dos próprios Correios para que todas as crianças sejam atendidas, mesmo com os padrinhos não fazendo a parte deles. O prazo máximo para entregar os presentes nas escolas é 10 de dezembro, já que as crianças encerram o ano letivo neste período.

A coordenadora lembra que quem não entrega os presentes nas agências, além de não fazer as crianças felizes, tira a oportunidades de outras pessoas ajudarem. “Muitas vezes a pessoa vai procurar as cartinhas, mas já acabaram na agência, aí deixam de participar. Além disso, o padrinho não traz o presente”, lembra.

A entrega dos presentes nas agências deve acontecer até o final da tarde desta sexta-feira (1), mas no interior os presentes podem ser entregues um pouco depois desse período. O importante é não deixar de fazer uma criança feliz no Natal.

Ver comentários