Notícia

Pai cria aplicativo para ajudar crianças com autismo

O estudante de Ciências da Computação Ronaldo Cohin criou um aplicativo gratuito com brincadeiras pedagógicas e interativas

Dos jogos feitos com sucata que ajudam no desenvolvimento de crianças autistas para a tela do celular. Pensando no filho Lucas, de 4 anos, diagnosticado com autismo, o estudante de Ciências da Computação  Ronaldo Cohin criou um aplicativo gratuito com brincadeiras pedagógicas e interativas.

Com a iniciativa, o capixaba, que também é vocalista da banda Rajar, é finalista do Campus Mobile, concurso nacional que premia aplicativos criados por universitários. Os três primeiros colocados, além de receber um valor de R$ 6 mil, vão ganhar uma viagem de imersão no Vale do Silício, nos EUA.

Ronaldo Cohin criou um aplicativo com jogos para ajudar no desenvolvimento de crianças com autismo
Ronaldo Cohin criou um aplicativo com jogos para ajudar no desenvolvimento de crianças com autismo
Foto: Caíque Verli | CBN Vitória

Com associação entre cores, números e objetos, o aplicativo Jaded estimula as crianças a superarem as dificuldades cognitivas. O universitário, de 34 anos, chegou a largar o emprego em uma empresa de tecnologia para se dedicar ao aplicativo.

"Passei o ano de 2017 todo estudando sobre o autismo. Geralmente essas crianças que têm o perfil dele gostam de coisas que forçam a tentar quebrar um raciocínio de lógica e realmente isso ajuda muito no desenvolvimento deles", conta Ronaldo.

Ronaldo contou com a ajuda da fonoaudióloga Adriana Maline, da APAE de Vitória. Foram os jogos elaborados por ela, feitos com restos de papelão, papel e tampinha de garrafa, que ele levou para a tela do celular.

"Ele tornou o meu jogo que é estático, parado, em uma coisa dinâmica, via celular, tablet. Isso viabiliza, para aquela criança que tem um distúrbio de comportamento ou até mesmo uma falta de atenção, fixar esse jogo", acrescenta Adriana.

Ronaldo é um dos 17 finalistas do Campus Mobile, entre os mais de 900 projetos inscritos. Os três primeiros no concurso serão conhecidos na próxima sexta-feira (02), na USP. Já o aplicativo do capixaba, compatível com Android, poderá ser baixado na semana que vem.

Ver comentários