Notícia

Jovens evangélicos abrem mão da folia para lazer e oração em retiros

Com a participação de jovens entre 12 e 18 anos de idade, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias faz um acampamento que deve contar com cerca de 80 participantes

Jovens capixabas vão passar o carnaval em missão social no sertão
Jovens capixabas vão passar o carnaval em missão social no sertão
Foto: Eduardo Dias

Para quem quer fugir da folia e pretende passar o carnaval concentrado na fé, várias denominações religiosas do Estado realizam retiros durante os próximos quatro dias. O foco é reunir jovens para terem um momento de reflexão e também de divertimento e lazer.

Com a participação de jovens entre 12 e 18 anos de idade, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias faz um acampamento que deve contar com cerca de 80 participantes. As principais atividades se reservam para a espiritualidade, mas há também práticas recreativas e esportivas. O organizador do retiro, Marcos Antônio Caiafa, conta que é um período para a união dos adolescentes.

“Este tipo de atividade que nós fazemos, assim como outras igrejas fazem, é para termos uma oportunidade para levar os jovens para um momento de reflexão e de aprendizado. Quando são quatro dias, a atividade mais longa que nossa igreja realiza, é também um período de integração entre os jovens de Vitória, Cariacica, Viana, Cachoeiro, Marechal Floriano”, disse.

A Igreja Evangélica Batista de Gaivotas, localizada em Praia de Gaivotas, Vila Velha, estima reunir 30 jovens em um rancho localizado em Guarapari para um retiro. Em Vitória, a vontade de ajudar outras pessoas foi a motivação para um grupo de 88 jovens da Igreja Evangélica Batista viajar para o sertão baiano para passar o feriado de carnaval em uma missão social na humilde cidade de Paratinga, que tem aproximadamente 30 mil habitantes. Os jovens vão distribuir alimentos, brinquedos, remédios e roupas para os moradores da região. Também haverá atendimento médico e odontológico. O grupo ficará hospedado em barracas montadas em uma base missionária.

 

 

 

 

Ver comentários