Notícia

Famílias ocupam prédio histórico da prefeitura no Centro de Vitoria

O prédio da antiga Escola São Vicente de Paula está em péssimas condições de conservação

Prédio da antiga escola São Vicente de Paula, no Centro de Vitória, foi ocupado por famílias sem-teto
Prédio da antiga escola São Vicente de Paula, no Centro de Vitória, foi ocupado por famílias sem-teto
Foto: Eduardo Dias

Cerca de oito famílias sem-teto ocuparam o prédio da antiga Escola São Vicente de Paulo, no Centro de Vitória, na noite deste domingo (24). O prédio histórico está desativado desde 2006, quando as atividades da escola começaram a ser realizadas em outro local.

A reportagem da CBN Vitória teve autorização das famílias para entrar no prédio ocupado. Assim como acontece em outras ocupações, o prédio da antiga escola está em péssimas condições de conservação - várias paredes estão com buracos e os forros de madeira do teto de muitas das antigas salas de aula também já caíram. Além disso, o local tem muito lixo e poeira.

Mesmo com todos esses problemas, as famílias passaram boa parte da manhã desta segunda-feira limpando o local. Os ocupantes também tentam fazer ligações de água e energia no prédio.

Algumas famílias que ocupam o prédio da antiga Escola São Vicente de Paulo estavam no edifício do antigo Hotel Majestic, também no Centro de Vitória, mas receberam ordem judicial para desocupar o local. Mesmo com essa decisão, outras famílias continuam ocupando o prédio do Majestic e afirmam que não vão obedecer a ordem judicial de desocupação, que determina a saída deles do prédio para esta segunda-feira (25).

A ocupante Maria Luzia de Oliveira, de 49 anos, é uma das pessoas que saiu do antigo hotel e ocupou o prédio onde a escola funcionava. 

"Eu saí porque estou com medo dos homens (a polícia) invadirem lá. O prazo que eles deram foi até hoje (segunda), para tirar todo mundo de lá. Na folha estava escrito que eles iriam tirar todo mundo de lá", disse a ocupante do prédio da prefeitura.  

PREFEITURA ACOMPANHA SITUAÇÃO

Por nota, a Prefeitura de Vitória informou que está acompanhando o caso das famílias por meio da Secretaria de Assistência Social. Sobre o prédio ocupado, a prefeitura afirmou que o projeto arquitetônico de restauro da antiga Escola São Vicente de Paulo está em desenvolvimento e captação de recursos.

A Secretaria Municipal de Assistência Social informou que colocou à disposição das famílias os serviços dos Cras, por meio do cadastro no CADÚnico, que é a principal porta de entrada para os projetos habitacionais do município. Até o momento, segundo a prefeitura, não houve procura por parte das famílias.

PRÉDIO HISTÓRICO

O prédio ocupado foi construído século XIX e por muitos anos foi a residência de José de Melo Carvalho Muniz Freire, que governou o Estado duas vezes. Em 1971, o prédio e todo acervo do estabelecimento de ensino foi doado pelo professor Aristóbulo Barbosa Leão para a Prefeitura Municipal de Vitória, fazendo parte do sistema municipal de ensino.

A Escola São Vicente de Paulo ocupou por 93 anos a casa do governador Muniz Freire e, em 2006, devido a problemas estruturais, a escola foi transferida para o antigo Colégio do Carmo, onde se encontra até a presente data.

Em 2014, quando a edificação completou 100 anos de uso, a Prefeitura Municipal de Vitória anunciou que o prédio seria restaurado e que os projetos deveriam ser concluídos no primeiro semestre de 2015.

Ver comentários