Notícia

Bebê que caiu do segundo andar de casa ainda não tem previsão de alta

Acidente com o pequeno Murilo dos Santos, de 2 meses, aconteceu na manhã desta terça-feira (16), em Cariacica

Uma criança de dois meses caiu do segundo andar de uma casa, em Cariacica
Uma criança de dois meses caiu do segundo andar de uma casa, em Cariacica
Foto: Eduardo Dias

O bebê de dois meses, que sobreviveu após cair da janela do segundo andar da casa onde a família mora, no bairro Piranema, em Cariacica, ainda não tem previsão de receber alta hospitalar. O pequeno Murilo dos Santos está internado no Hospital Infantil de Vitória, e a mãe dele, a estudante Laryssa dos Santos, de 19 anos, afirmou que ele será submetido a uma nova tomografia nesta quarta-feira (18) para saber se houve alguma sequela da queda.

O acidente aconteceu na noite desta segunda-feira (16) e na manhã desta terça a mãe do bebê misturava momentos preocupação e felicidade ao falar sobre o pequeno Murilo. Passado o primeiro susto e o desespero de ter visto o filho acidentado, Laryssa afirmou que o bebê não teve fraturas. Ele está com um dos lados da cabeça inchado e mamou normalmente no início da manhã.

"Agora ele está bem, ele fez alguns exames e o médicos estão examinando ele toda hora. Está sorrindo, está bem...Agora eu estou mais tranquila", disse a mãe.

Familiares afirmam à Polícia Civil que o bebê estava no colo de uma prima de Murilo. A menina de 9 anos ninava o garoto perto da janela do quarto, quando levou um susto e deixou criança cair do colo. O acidente só não se transformou em tragédia porque a queda foi amortecida por uma planta, que fica logo abaixo da janela. Murilo caiu no quintal de um vizinho.

Janela de onde Murilo caiu e a planta que amorteceu a queda
Janela de onde Murilo caiu e a planta que amorteceu a queda
Foto: Eduardo Dias

A mãe informou que deixou o bebê no berço momentos antes do acidente e desceu ao primeiro andar da casa para ir à cozinha. Foi nesse momento que a menina de 9 anos pegou Murilo no colo.

Após a queda, a prima que segurava o garoto contou para a avó e para a tia sobre o acidente. Avó de Murilo, a dona de casa Luciene dos Santos, foi a primeira a socorrer o garoto, mas passou mal quando viu o neto machucado. Depois disso, uma vizinha pegou a criança e a levou para ser atendida no Pronto Atendimento de Alto Lage, em Cariacica.

Vizinha

Durante a manhã desta terça-feira, a dona de casa Maria da Penha Silva, de 57 anos, visitou a casa de Murilo para saber o estado de saúde do garoto que ajudou a salvar e chorou ao saber que ele estava bem.

"A primeira coisa que eu pensei foi que a criança tinha morrido. Ela estava querendo ficar desacordado e eu tinha que ficar com ele acordado. O menino viveu, graças a Deus. Foi um milagre de Deus", disse a dona de casa que salvou Murilo.

A dona de casa Maria da Penha Silva, de 57 anos, ajudou a salvar o bebê
A dona de casa Maria da Penha Silva, de 57 anos, ajudou a salvar o bebê
Foto: Eduardo Dias

Após o acidente com o neto, a dona de casa Luciene dos Santos afirmou que a família desistiu dos planos que tinha de cortar a planta que amorteceu a queda do garoto.

Ver comentários