Notícia

Descarte irregular de lixo custa mais de R$ 15 milhões às prefeituras

As quatro cidades da Grande Vitória têm 860 pontos viciados onde o lixo é descartado de forma irregular

Entulhos em São Diogo, na Serra
Entulhos em São Diogo, na Serra
Foto: Rafael Monteiro de Barros

Juntas, as prefeituras de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra gastam mais de R$ 15 milhões por ano para limpar áreas com descarte irregular de lixo. As quatro cidades têm 860 locais chamados de pontos viciados, onde esse descarte acontece, mesmo com a limpeza constante.

A Prefeitura da Serra informa que mais de 200 pontos viciados de entulho são monitorados no município. Cerca de 8 mil toneladas de entulhos são retiradas das ruas por mês na Serra. A Secretaria Municipal de Serviços tem um contrato anual, de cerca de R$ 4 milhões, e o gasto mensal para limpar essas áreas é variável. A multa para quem joga lixo de forma irregular varia de R$ 2 mil a R$ 25 mil.

Leia também

O secretário de Serviços da Serra, Igor de Almeida, garante que a fiscalização é constante na cidade. Ele citou o caso de um homem que foi visto descartando entulhos às margens da BR 101 na última terça-feira (31) e recebeu uma multa pesada. “Foi multado um homem, entre Jardim Carapina e o Contorno, em R$ 20 mil. Ele estava com um caminhão e foi flagrado descartando entulhos à beira da BR-101, próximo ao valão e à população.”

A Prefeitura de Cariacica lida com a limpeza de cerca de 300 pontos viciados por toda a cidade, sendo que, de acordo com a prefeitura, a velocidade com que esses entulhos são descartados é bem maior do que a da estrutura disponível para se limpar.

Os gastos anuais com limpeza de pontos viciados em Cariacica chega a uma média de R$ 2 milhões. Quando verificado o descarte incorreto, o responsável é multado, com valores que variam entre R$ 50 e R$ 25 mil. Se o descarte for em Área de Preservação Permanente (APP), a multa varia entre R$ 50 mil e R$ 100 mil.

PROBLEMAS

O coordenador de Limpeza Pública de Cariacica, Renato Terra, explica que o despejo irregular de lixo causa problemas para a própria população. “Os principais transtornos para as comunidades são o aumento do número de insetos, de roedores. Claro, também podemos citar a proliferação de doenças.”

Terra também destaca que existe um prejuízo financeiro, já que esse dinheiro poderia ser utilizado para outra finalidade e não precisaria ser gasto caso a população descartasse os materiais adequadamente.

Em Vila Velha, há mais de 100 pontos viciados. Cerca de 3 mil toneladas de entulhos são retiradas das ruas da cidade por mês. O gasto do município com esse problema passa dos R$ 500 mil mensais. A multa é de R$3.175,80.

A Prefeitura de Vitória informou que existem, em média 260 pontos de depósito irregular de lixo na cidade. São recolhidas em média 2,5 mil a 3 mil toneladas por mês ao custo de R$ 250 mil a R$ 280 mil mensais. A multa para quem for flagrado depositando lixo fora do horário ou em local impróprio é de R$ 658,81. Em caso de reincidência o valor dobra.

Ver comentários