Notícia

Ônibus do Transcol com ar-condicionado vão atender linhas troncais

Novos veículos começam a circular em junho. O secretário estadual de Transporte e Obras Públicas, Fabio Damasceno, justificou a destinação para as linhas que circulam entre os terminais por conta do maior tempo de viagem e movimentação de pessoas

Nova frota deve começar a circular em junho
Nova frota deve começar a circular em junho
Foto: Montagem | Setop

A partir de junho, parte da frota do Transcol terá ar-condicionado. Ao todo, até o final do ano, serão 100 novos ônibus com o sistema de refrigeração para os passageiros. O anúncio foi pelo governador Renato Casagrande em coletiva realizada nesta sexta-feira (18). A medida faz parte da renovação dos coletivos que integram o sistema e os novos veículos serão destinados para atender as linhas troncais, que são aquelas que fazem a ligação entre os terminais.

O secretário estadual de Transporte e Obras Públicas, Fabio Damasceno, justificou a destinação à essas linhas por conta do maior tempo de viagem e movimentação de pessoas.

“Eles vão operar nas linhas troncais. As principais do sistema, que ligam terminais a terminais, que passam nas principais avenidas e ruas da cidade, que tem a maior quantidade de passageiros também. São linhas longas, que ficam presas no trânsito. Então, a gente quer melhorar a qualidade, o conforto e segurança dos passageiros com o ar-condicionado e outros sistemas de segurança que ele (ônibus) vem”, disse.

> Veja como serão os ônibus do Transcol com ar-condicionado

As primeiras unidades passam a operar a partir de junho e a definição de quais linhas receberão os novos veículos ainda será feita. Serão 20 unidades entregues por mês até totalizar os 100 veículos previstos para este ano. Damasceno explica que o prazo foi estipulado com base na fabricação dos coletivos.

“Nós já conversamos com as empresas, e agora os ônibus vão ser encomendados. Eles demoram quatro meses para chegar, por isso que a gente está dando o prazo de entrega para junho. Serão em torno de 20 ônibus por mês, que é a capacidade de entrega das fábricas. Ônibus não existe na prateleira, não é igual concessionária de carro que você compra quantos você quer, porque vai ter um modelo. Agora, vai ter que ser encarroçadora com ar-condicionado, tem algumas características”, justificou.

De acordo com o secretário, até o fim de 2022 a renovação dos coletivos vai contemplar 1 mil dos 1400 veículos que atualmente compõem a frota. Destes, 600 serão equipados com o sistema de refrigeração. Questionado se os novos veículos já são um reflexo no aumento da tarifa – foi reajustada em R$ 0,35 na última semana –, o secretário informou que isso faz parte de todo um projeto de renovação da frota.

“Isso, claro, que o aumento da tarifa possibilitou. Nós informamos à época que isso ia possibilitar a retomada de investimento e efetivamente estamos anunciando a retomada. Primeiro na frota e depois outras medidas que vão melhorar e muito o sistema Transcol nos próximos meses e anos”, completou.

Passageiros aguardam

Os passageiros do sistema Transcol receberam bem a notícia. A cabeleireira Dayane Dias, 29, que utiliza o transporte público diariamente, classifica como “insuportável” o calor que os passageiros sofrem nos coletivos e afirma que, caso a implantação se concretize, vai ser benéfico para os usuários.

Dayane Dias utiliza Transcol todos os dias e classifica calor como "insuportável". Para ela, medida será benéfica para usuários.
Dayane Dias utiliza Transcol todos os dias e classifica calor como "insuportável". Para ela, medida será benéfica para usuários.
Foto: José Carlos Schaeffer

“Insuportável, terrível. Ônibus cheio, calor demais. Se for realmente cumprido vai ser muito bom”, disse Dayane, que utiliza a linha 616 para o trajeto Morada da Barra x Coqueiral de Itaparica. 

O barman João Paulo Machado, 34, também elogiou a proposta. Segundo ele, não é justo a passagem subir sem conforto para os usuários. “É bom. Sobe a passagem direto, é um conforto, né? A gente tem esperança (da implantação), só não pode subir a passagem de novo”, destacou. 

João Paulo diz que medida dará um conforto aos usuários diante dos aumentos de passagem.
João Paulo diz que medida dará um conforto aos usuários diante dos aumentos de passagem.
Foto: José Carlos Schaeffer

Na última semana, a tarifa dos ônibus do sistema Transcol sofreu um reajuste de 10,29%, saindo de R$ 3,40 para R$ 3,75 em dias úteis. Aos domingos e feriados, a passagem, que custava R$ 2,95,agora custa R$ 3,25.

> Passagem em Vila Velha fica mais cara a partir de domingo

Ver comentários