Notícia

Passageiros reclamam do aumento de R$ 0,35 na tarifa do Transcol

O reajuste definido nesta sexta é de 10,29%, com isso, o passageiro vai ter que desembolsar R$ 3,75 por viagem

Reajuste na tarifa do Transcol
Reajuste na tarifa do Transcol
Foto: Patrícia Scalzer

O anúncio do

reajuste na tarifa do Transcol a partir do próximo domingo

(11) deixou os usuários do sistema insatisfeitos com o valor do aumento. Os passageiros reclamam que enfrentam, todos os dias, coletivos lotados e sem ar-condicionado e consideram o reajuste de R$ 0,35 muito alto. A tarifa do sistema Transcol que atualmente é de R$ 3,40 vai passar para R$ 3,75 nos dias úteis. Aos domingos e feriados, a passagem que custa R$ 2,95 passa para R$ 3,25. 

O aumento vale também para o Bike GV, linha que faz o transporte de ciclistas entre Vitória e Vila Velha pela Terceira Ponte. A tarifa passará de R$ 1,70 para R$ 1,85. 

 

SELETIVO

A enfermeira Desiree sempre pega ônibus cheio
A enfermeira Desiree sempre pega ônibus cheio
Foto: Patrícia Scalzer

Os seletivos também terão reajustes nas tarifas. As linhas de Vila Velha, Cariacica e Viana que custam R$ 5,70, passam para R$ 6,05. As linhas da Serra, que custam R$ 6,25, passam para R$ 6,65. E as linhas de Jacaraípe e Praia Grande passam de R$ 6,60 para R$ 7,05.

A enfermeira Desiree Helena Gomes conta que sempre pega ônibus cheio e, por isso, acredita que o reajuste deveria ser menor. “É um absurdo, o conforto não vale o que a gente paga”, disse.

O auxiliar de operações Ronie Oliveira utiliza todos os dias o Sistema Transcol e reclama da falta de coletivos para atender a demanda de trabalhadores no final do dia. 

Ronie reclama da falta de coletivos
Ronie reclama da falta de coletivos
Foto: Patrícia Scalzer

“Eu pego o ônibus na Enseada do Suá todos os dias e diariamente espero cerca de uma hora e meia para conseguir ir embora, pois não consigo entrar no ônibus. O aumento do ônibus é um absurdo, ainda mais nesse momento que estamos vivendo hoje, não dá pra pensar nisso”, afirmou.

A empregada doméstica Deusilane Alvarito classificou como absurdo o reajuste de R$ 0,35 na passagem de ônibus. “Os ônibus são horríveis, só andam lotados, isso quando não estão quebrados. É terrível”, lamentou.

REAJUSTE

O reajuste definido nesta sexta é de 10,29%. A inflação fechou 2018 no Espírito Santo em 4,19%, percentual bem abaixo do que o definido para o valor da passagem.

Segundo o secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop), Fábio Damasceno, o reajuste é uma garantia de renovação da frota. "É uma frota envelhecida e que está quebrando, nós precisamos trocar", afirmou.

De acordo com o secretário, o reajuste deste ano é menor que a média dos últimos três anos, quando o aumento foi de 11,62%.

 

Ver comentários