Notícia

Empresa diz que vai usar mão de obra local no Aeroporto de Vitória

Informação foi dada em reunião de diretores da Zurich Airport Latin America (Zala), que venceu o leilão de concessão do aeroporto de Vitória, com o prefeito Luciano Rezende

Fachada do novo Aeroporto de Vitória
Fachada do novo Aeroporto de Vitória
Foto: Vitor Jubini - 24/04/2019

A empresa suíça Zurich Airport Latin America (Zala) vencedora do leilão de concessão dos aeroportos de Vitória e Macaé vai utilizar mão de obra local na realização de trabalhos e investimentos no terminal. A informação foi passada pela Prefeitura de Vitória, que recebeu representantes da companhia em reunião realizada nesta quinta-feira (25). Procurada para comentar mais detalhes, a empresa não se pronunciou.

Segundo a administração municipal, no encontro, os diretores da Zurich Airport apresentaram planos iniciais de trabalho e investimento que farão na cidade. Neles, está o fato de a empresa usar a mão de obra local com recrutamento e seleção de moradores da Grande Vitória. Além disso, foi manifestado o interesse de apoio ao aumento de tráfego aéreo, com a intenção de atrair mais passageiros e implantar voos internacionais, uma demanda antiga dos capixabas.

> Aeroporto de Vitória é eleito o quarto melhor do país

O prefeito Luciano Rezende (PPS), que recebeu os representantes da empresa, afirmou que foram discutidos outros equipamentos da cidade, como o Centro de Convenções. Disse também que um grupo de trabalho foi formado para estabelecer uma relação com a companhia.

"Não só no que diz respeito a aeroporto, mas também, por exemplo, já discutimos o Centro de Convenções da cidade, que é um equipamento que a cidade precisa para dar um grande impulso no turismo com grandes eventos. Criamos um grupo de trabalho para que possamos ter melhor relação possível e tenhamos esse aeroporto como grande ferramenta de desenvolvimento de Vitória e do Espírito Santo", disse.

A reportagem fez contato com a Zurich Airport para saber mais detalhes dos planos apresentados na reunião. Por meio da assessoria de imprensa, a empresa disse que "optou por não conversar sobre o Aeroporto de Vitória, considerando que o contrato só será assinado com o governo em julho".

A concessão

Os aeroportos de Vitória e Macaé foram arrematados pela empresa suíça Zurich Airport Latin America LTDA em leilão realizado no dia 15 de março. A empresa vai ter que pagar, à vista, R$ 437 milhões para administrar os dois terminais aeroportuários pelos próximos 30 anos. O valor é 830% superior ao que era exigido como lance mínimo – R$ 47 milhões.

Ver comentários