Notícia

Plano tem binário e mudança de trânsito em 3 bairros de Vila Velha

A administração quer fazer intervenções em pelo menos oito ruas para construir um sistema binário com a rua Leila Diniz

Ruas que terão alteração saem na rodovia Darly Santos
Ruas que terão alteração saem na rodovia Darly Santos
Foto: Arquivo/ Rafael Monteiro de Barros

A Prefeitura de Vila Velha planeja mudanças no

trânsito

de pelo menos três bairros próximos à

rodovia Darly Santos

, como Novo México, Nova Itaparica e Praia das Gaivotas. Com o dinheiro de empréstimo que está pleiteando junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), instituição internacional, a administração municipal estuda fazer intervenções em pelo menos oito ruas para construir um sistema binário com a rua Leila Diniz, de ligação da orla com a Darly Santos: além da Leila Diniz, as ruas Jorge Risk, Maria de Oliveira Mares Guia, a Rua II, a Rua Projetada B e A, a rua Glauber Rocha e rua Itabaiana.

> Dique, estações de bombeamento e galerias para Vila Velha

A via principal a ser utilizada como a mão contrária à da Leila Diniz deve ser a a rua Glauber Rocha. Segundo o subsecretário municipal de Planejamento de Vila Velha, Luiz Son, as intervenções, que têm o objetivo de melhorar o trânsito dessas comunidades, além de drenagem e pavimentação, vão incluir também quem opta por andar de bicicleta.

Leia também

"A gente fala da implantação da calçada cidadã, da alternativa de infraestrutura, quer seja com ciclovia ou ciclofaixa, para um outro tipo de deslocamento muito presente na vida da população de Vila Velha, as faixas de sinalização horizontal, vertical para um tráfego mais seguro e calmo,iluminação pública, novos abrigos de pontos de ônibus", aponta. 

As intervenções inicialmente previstas custarão um valor estimado de R$ 10 milhões, mas a assinatura do contrato com a instituição financeira só deve ser feita no segundo semestre deste ano e as obras devem durar até quatro anos e meio. A Prefeitura usará como contrapartida para conseguir o contrato todas as obras estruturantes feitas no município 12 meses antes do contrato. Entre elas, drenagem e pavimentação das ruas de acessos ao Morro do Moreno, situado na Praia da Costa.

Ver comentários