Notícia

Alunos homenageiam professor que morreu atingido por bobina em Vila Velha

Mauro Celso Azevedo Guimarães dava aula de História na Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada

Alunos da Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada, Vila Velha, homenagearam o professor Mauro Celso Azevedo Guimarães
Alunos da Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada, Vila Velha, homenagearam o professor Mauro Celso Azevedo Guimarães
Foto: Caique Verli

Alunos da Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada, Vila Velha, homenagearam o professor Mauro Celso Azevedo Guimarães, morto após ser atingido por uma bobina de aço que despencou de uma carreta. Mauro dava aula de História à tarde e à noite na escola.

O grupo de alunos colou mensagens na parede do colégio e em frente à casa onde ele morava, demonstrando carinho e respeito pela vítima do acidente.

Alunos da Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada, Vila Velha, homenagearam o professor Mauro Celso Azevedo Guimarães
Alunos da Escola Municipal Gil Bernardes, em Alvorada, Vila Velha, homenagearam o professor Mauro Celso Azevedo Guimarães
Foto: Caique Verli

"Mauro, todos nós te amamos", diz um dos recados. "Mauro, você sempre será uma pessoa alegre, brincalhão. Vai ficar na nossa história", escreveu outro aluno.

Por luto, a escola Gil Bernardes não vai abrir nesta quinta-feira (10).

"Os alunos e colegas de trabalho estão todos muito arrasados. Todo mundo falava muito bem dele", comentou o professor Josia Augusto de Souza e colega de trabalho de Mauro.

Primo de professor morto em acidente desabafa: "Falta fiscalização"

"Esperava pra almoçar, mas ele não chegou", desabafa pai de professor

"Absurdo", diz delegado sobre acidente que matou professor em Vila Velha

Ver comentários