Notícia

Casal é preso suspeito de vender documentos falsos para saque de FGTS no ES

O caso aconteceu em um shopping que fica no bairro Jockey, em Vila Velha

Dupla foi presa com comprovantes de residência falsificados em Vila Velha, ES
Dupla foi presa com comprovantes de residência falsificados em Vila Velha, ES
Foto: Reprodução/TV Gazeta

Um casal foi preso por suspeita de vender comprovantes de residência falsos para pessoas que buscavam fazer cadastro para a liberação do FGTS para vítimas da chuva, em Vila Velha, no Espírito Santo, nesta quinta-feira (17). O caso aconteceu em um shopping que fica no bairro Jockey. O benefício é destinado a moradores prejudicados pelo temporal que atingiu a cidade em maio. Os suspeitos foram encaminhados para prestar esclarecimentos.

A Guarda Municipal de Vila Velha disse que as prisões foram feitas em flagrante no momento em que eles repassavam documentos falsificados para outras pessoas. 

"Para sacar o FGTS, no caso de chuvas, é necessário que as pessoas comprovem que suas casas foram afetadas e comprove que ela mora naquele local. Essa comprovação é feita por um comprovante de residência. Essas pessoas estavam com uma máquina produzindo documentos de pagamento de contas de água e luz. Elas compravam esses documentos para juntar aos demais para fazer o registro do saque do FGTS", comentou o secretário de Defesa Social, Emmerich Júnior.

Os criminosos foram levados para a sede da Polícia Federal, que fica no bairro São Torquato. A máquina utilizada para a produção dos comprovantes de residência falsos foi apreendida.

Ver comentários