Notícia

Moro critica disque-denúncia para policiais em Cariacica: "Foi indelicado"

Em sua live semanal nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro ameaçou tirar a tropa da Força Nacional de Cariacica por causa do disque-denúncia

Congresso vê CPI sobre Moro como provável, e Planalto se afasta
Congresso vê CPI sobre Moro como provável, e Planalto se afasta
Foto: José Cruz/Agência Brasil | Arquivo

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro ameaçar tirar a Força Nacional de Cariacica, caso os agentes sejam expostos a um disque-denúncia, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também criticou a utilização do canal disponibilizado pela prefeitura da cidade para que a população denuncie eventuais abusos de autoridade por partes dos policiais.

 >Casagrande condena ameaça de Bolsonaro: "Fala precipitada"

Bolsonaro comentou sobre o programa Em Frente Brasil durante uma live em sua rede social, na noite desta quinta-feira (3). “Se é o que estou pensando, vou falar com Moro, mas se começar a denunciar policiais, a gente troca de município. Deixa Cariacica lá sem esse programa”, diz o presidente em um dos trechos da fala. 

Em entrevista ao Gazeta do Povo nesta sexta-feira (4), Sergio Moro seguiu o tom do presidente e criticou a iniciativa proposta pelo prefeito Juninho, do PPS. “Não existe nenhum problema em se fiscalizar a ação da Força Nacional, o grande problema foi a forma como se colocou, foi indelicado”, disse Moro, em Curitiba. 

A Força Nacional atua em Cariacica desde o dia 30 de agosto deste ano em 28 bairros de Cariacica. A chegada de 100 agentes ao município faz parte da implantação do Programa de Enfrentamento à Criminalidade Violenta do Governo Federal, com o objetivo de reduzir índices de criminalidade. Além de Cariacica, o programa contempla as cidades de Ananindeua (PA), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR).

O prefeito Juninho explicou, na noite desta quinta-feira (03), que colocou o canal 162, da Ouvidoria do Município, à disposição do Programa Em Frente Brasil para colaboração de todos para o sucesso do programa.

"Até agora, a gente não recebeu nenhuma denúncia criticando a Força Nacional ou a nossa polícia. E nós agradecemos muito a participação da população. Inclusive, fizemos muita força para que esse programa viesse para Cariacica", afirmou Juninho. 

Em nota, a Prefeitura de Cariacica informou que "o 162 é o canal da Ouvidoria Municipal, criado no ano de 2017. Como o Programa Em Frente Brasil de enfrentamento à criminalidade violenta se trata de um projeto piloto, construído pelos três entes (União, Estado e Município), o município abriu um canal específico voltado à contribuição dos cidadãos."

Ver comentários