Notícia

Sindicato dos petroleiros anuncia greve no ES

Segundo o coordenador geral interino do sindicato, pode haver problemas na produção de petróleo e no transporte e abastecimento de combustíveis

Posto de gasolina
Posto de gasolina
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Comercialização de Petróleo e Gás Natural do Estado do Espírito Santo (Sindipetro-ES) anunciou a paralisação das atividades a partir de zero hora deste sábado, dia 26.

De acordo com o coordenador geral interino do Sindipetro, Fábio Antônio Lopes, o que motivou a greve é a falta de entendimento nas discussões do acordo coletivo. Ainda segundo ele, dependendo do desenrolar da greve, podem ser prejudicadas a produção de petróleo e o transporte e distribuição dos combustíveis no Estado.

“Nosso acordo venceu no dia primeiro de setembro e não chegamos em um consenso com a empresa. Uma das reivindicações é que o acordo seja válido a cada dois anos. Já a empresa quer que ele seja discutido anualmente”, disse o coordenador geral.

Segundo Fábio, as cláusulas econômicas, que são poucas, são discutidas anualmente - questões salariais, reajustes e benefícios. Já as questões sociais, que são em maior número, são avaliadas a cada dois anos.

A Petrobras, que negocia com o Sindipetro-ES, foi acionada, mas ainda não respondeu aos questionamentos. Assim que uma resposta for dada ela será acrescentada a esta matéria.

Ver comentários