Notícia

Cantora capixaba é encontrada desorientada em estrada de Minas Gerais

Renata Ribeiro Cardoso, 30 anos, seguia de ônibus para um show em Minas Gerais, mas não chegou ao local. Ela foi encontrada na manhã desta segunda-feira (11)

Cantora capixaba desapareceu a caminho de show em MG
Cantora capixaba desapareceu a caminho de show em MG
Foto: Reprodução

A cantora capixaba Renata Ribeiro Cardoso, de 30 anos, que estava desaparecida desde sábado (9), foi encontrada desorientada em uma estrada de Matipó, em Minas Gerais. Ela seguia de ônibus para um show em Minas Gerais, mas não chegou ao local. Ela saiu de Marechal Floriano, na Região Serrana do ES, e iria para a cidade mineira de Itanhomi. Segundo informações de funcionários do Hospital Cristo Rei, Renata passa bem.

REPORTAGEM DE A GAZETA

De acordo com o irmão da cantora, Ritieli Cardoso, Renata foi localizada por um policial à beira de uma estrada na cidade de Matipó por volta das 9h30 desta segunda-feira (11) e encaminhada para o hospital da cidade. No local, uma enfermeira a reconheceu através das reportagens publicadas por A Gazeta sobre o desaparecimento da cantora.

O familiar disse que Renata apresentava-se muito confusa, desorientada e com a voz fraca. A família ainda não sabe como a cantora chegou até essa estrada.

O esposo de Renata, Rafael, segundo a mãe da cantora, Schirley Ribeiro, saiu Marechal Floriano nesta segunda para tentar localizá-la em Manhuaçu. Após saber que ela foi encontrada, Rafael vai para Matipó ver a esposa.

DESAPARECIMENTO

Ainda no sábado (09) pela manhã, Renata e o marido deixaram a cidade de Marechal Floriano e seguiram até Viana, onde a cantora embarcou com destino a Manhuaçu, em Minas Gerais. De lá, segundo a mãe da artista, Schirley Ribeiro, a filha pegaria outra condução até Governador Valadares, de onde seria levada por um veículo particular até Itanhomi, onde faria uma apresentação em uma casa de shows à noite.

"O marido dela foi com ela, a acompanhou e colocou-a dentro do ônibus. Ela embarcou em um ônibus de linha. Ela seguiria de Viana até Manhuaçu e de lá pegaria outro ônibus para Valadares. Por volta das 14h, 14h30 de sábado, eu tirei foto dos meus netos e mandei para ela. A Renata me respondeu e encaminhou as fotos dos filhos para o marido. Eles conversaram na sequência.", disse a mãe.

Ainda de acordo com a mãe, na última conversa da filha com o marido, Renata contou ter aceitado um remédio de uma mulher que viajava na poltrona ao lado dela.

"Na última vez que falou com meu genro, ela estava no ônibus para Manhuaçu e disse ter comentado com uma mulher que estava sentada ao lado dela de que precisava descansar para o show que faria mais tarde. Essa mulher, que não sabemos quem é ainda, teria oferecido a ela um remédio para ela relaxar e chegar bem. Depois disso, não sabemos de mais nada", complementou a mãe.

MOBILIZAÇÃO

O desaparecimento de Renata mobilizou a cidade de Marechal Floriano. A mulher de 30 anos canta no grupo Renata Ribeiro e Banda, grupo conhecido no município e na região. A notícia de que Renata havia desaparecido fez com que familiares, amigos e conhecidos se mobilizassem nas redes sociais para localizar a artista.

"Olha, da hora que foi falado do desaparecimento dela... eu recebi tanta gente aqui em casa, passaram a noite aqui comigo, não pararam de me enviar mensagens. Minha filha é muito querida e conhecida não só aqui, mas na região. Todos gostam dela. Além da banda, ela cantava na igreja", detalhou a mãe.

Renata canta desde pequena, é casada e tem dois filhos, um menino de 7 anos e um mais novo de apenas 1 e 4 meses.

Ver comentários