Notícia

Feirão: desconto de até 100% nos juros para 15 mil endividados no ES

De acordo com a CDL, em todo o Espírito Santo, mais de 700 mil consumidores têm dívidas em atraso. A maior parte das dívidas (53,58%) varia de R$ 500 a R$ 999

A Caixa é um dos bancos que vai oferecer condições especiais para os clientes endividados
A Caixa é um dos bancos que vai oferecer condições especiais para os clientes endividados
Foto: Divulgação

Os consumidores capixabas que estão com dívidas vão ter uma última oportunidade para limpar o nome e começar 2020 com as contas no azul. Começa nesta terça-feira (03) o último Feirão Nacional do SPC.

No Espírito Santo, o mutirão vai ser realizado no Ginásio Paulo Valiate Pimenta, na Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, em Bento Ferreira. A expectativa é que cerca de 15 mil pessoas sejam atendidas.

De acordo com o gerente de Negócios da Câmara de Dirigentes Lojistas de Vitória (CDL Vitória), Geraldo Calenzani, os descontos de até 100% devem ser nos juros e multas das dívidas, havendo também a possibilidade de haver uma redução no valor principal.

“Como o pessoal recebeu a primeira parcela do 13º salário, pode conseguir fazer uma negociação interessante e reduzir bastante o valor da dívida”, avalia Geraldo lembrando ainda que o saque imediato do FGTS também pode ser utilizado na negociação.

A campanha contará com a presença de empresas como Caixa Econômica Federal, Banestes, Dacasa, EDP, Cesan, Agoracred e Cartão Avista, e outras. A CDL também vai fazer a negociação em nome das lojas parceiras.

Para renegociar a dívida, basta as pessoas físicas apresentarem um documento original com foto e o CPF. Já pessoas jurídicas devem levar a Carteira de Identidade e uma cópia simples do contrato social da empresa.

ENDIVIDADOS

 

De acordo com a CDL, em todo o Espírito Santo mais de 700 mil consumidores têm dívidas em atraso. A maior parte das dívidas (53,58%) varia de R$ 500 a R$ 999. Já a faixa etária com o maior percentual de registros na SPC é a que vai dos 30 aos 39 anos - 25,39%.

“O atendimento não é exclusivo para consumidores da Grande Vitória. Pessoas de todo o Estado, se estiverem com dívidas com as empresas participantes, podem vir participar da negociação”, acrescentou Calenzani.

O representante da CDL ainda destacou que a maior parte das dívidas dos consumidores capixabas está concentrada em bancos e financeiras (53%). “São empréstimos pessoais, cartões de crédito, cheque especial e financiamento de compras em lojas que não trabalham com crediário próprio”, comentou.

Logo depois aparecem as dívidas com as lojas que ainda fazem crediário (17%); dívidas com empresas de comunicação - telefonia celular, fixa e internet (12%); e água e energia (10%).

SERVIÇO

 

Data do feirão

De 03/12 a 07/12 (terça-feira a sábado)

Horário de atendimento

Das 9 às 17 horas (os atendimentos começam a ser feito às 8h e os consumidores podem pegar senhas até 16h).

Local

Ginásio Paulo Valiate Pimenta, na Secretaria de Estado de Esporte e Lazer - Rua Coronel Schwab Filho, s/nº, Bento Ferreira, Vitória. Rua atrás do Departamento de Imprensa Oficial (DIO) / ponto de ônibus do Ginásio Jones dos Santos Neves

BANCOS TAMBÉM NEGOCIAM COM INADIMPLENTES

 

Quem tem contas em atraso com os bancos pode aproveitar uma outra oportunidade. A partir desta segunda-feira (02), as instituições bancárias dão descontos de até 90% sobre os valores em atraso. A negociação poderá ser feita por consumidores em todo o Brasil.

A ação, batizada de Semana de Negociação e Orientação Financeira, será realizada até sexta-feira (6). Algumas agências funcionarão com horário estendido para atender os clientes que queiram renegociar débitos atrasados.

No Estado, vão abrir as seguintes agências:

Banco do Brasil - agência da Praça Pio XII, no Centro de Vitória

Caixa - agência do Edifício Century Towers, na Reta da Penha, em Vitória

Itaú - agência da Reta da Penha, em Vitória

Santander - agência da Reta da Penha, em Vitória

No Banco do Brasil, poderão participar os clientes pessoa física com operações de crédito vencidas há mais de 30 dias. As condições divulgadas pelo banco incluem desconto no valor do débito, parcelamento em até 120 meses e até 180 dias para iniciar o pagamento renegociado.

A Caixa Econômica Federal afirma que as condições para renegociação dependerão do perfil de cada cliente. Para empresas com crédito comercial em atraso, haverá a possibilidade de unificar os contratos e fazer um parcelamento só para todas as dívidas, que ainda poderão ser pagas em até 96 vezes.

No Santander, clientes pessoa física ou jurídica com atrasos de até 60 dias terão reduções de até 20% nas taxas. Os descontos de até 90% do valor da dívidas são previstos para clientes com débitos vencidos há mais de 60 dias.

O Bradesco vai participar e informou que terá prazos e taxas diferenciadas, de acordo com o perfil dos clientes, mas não divulgou os parâmetros. O Itaú Unibanco diz que 81 agências ficarão abertas até mais tarde. O banco promete taxas reduzidas, a partir de 1,99%, para cliente com débito vencido há mais de 90 dias. A renegociação feita pessoalmente nas agências pode dar o direito a até 90% de desconto no valor da dívida.

Ver comentários