Notícia

Cenário é de catástrofe, diz governador Casagrande em Iconha

Governador disse mais cedo, em seu perfil no Twitter, que iria ao município para "levar o apoio do governo do Estado"

Destruição em Iconha após o temporal
Destruição em Iconha após o temporal
Foto: Internauta

Após uma noite de muita chuva e destruição no Sul do Espírito Santo, o governador Renato Casagrande (PSB) foi a Iconha na manhã deste sábado (18) para acompanhar os trabalhos de resgate de moradores isolados e de reconstrução da cidade.

"Iconha é um cenário de guerra, como vocês estão vendo na rua atrás. É a rua principal da cidade. Todo o comércio destruído, muitas casas destruídas e ruas laterais também destruídas. Nosso papel é reconstruir a cidade, dar um apoio assistencial, dar o primeiro socorro e ver com ajuda os comerciantes a reconstruírem o comércio", afirmou o governador.

 

 

"Outros municípios também foram atingidos pelas chuvas e desde ontem a Defesa Civil e os Bombeiros já estão atuando para diminuir o sofrimento e risco das pessoas atingidas", complementou Casagrande. No município, o governador se reuniu com representantes da Prefeitura de Iconha, que vai decretar estado de calamidade pública.

 

 

Na cidade, pelo menos uma morte foi confirmada - um homem foi encontrado morto no quintal de uma casa. A suspeita é de que a causa do óbito seja afogamento. A cidade foi uma das mais atingidas pelas chuvas nas últimas horas. O nível do Rio Iconha abaixou, mas chegou a mais de quatro metros durante a noite de sexta-feira (17), derrubando duas pontes e arrastando carros, móveis, placas de trânsito e até um caminhão. Nem o hospital Danilo Monteiro Castro escapou da tragédia. Segundo a Defesa Civil, a água atingiu até o segundo pavimento do hospital.

Ver comentários