Notícia

Sul do ES: cinco mortes, destruição e cidades em estado de calamidade

Foram duas mortes em Iconha e três em Alfredo Chaves. Região Sul foi atingida por fortes chuvas, alagamentos e deslizamentos entre a noite de sexta-feira (17) e a madrugada de sábado (18)

Chuva deixa mortos e município de Iconha fica destruído
Chuva deixa mortos e município de Iconha fica destruído
Foto: Reprodução / TV Gazeta

Pelo menos cinco pessoas morreram no Sul do Espírito Santo devido as fortes chuvas que atingiram a região entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado. Duas mortes por afogamento no município de Iconha e três por soterramento em Alfredo Chaves, incluindo um casal de idosos.

As duas cidades vão decretar estado de calamidade pública. O nível do Rio Iconha, que transbordou, chegou a subir mais de quatro metros, derrubando duas pontes e arrastando carros, móveis, placas de trânsito e até um caminhão

Várias comunidades dos dois municípios estão isoladas e sem energia elétrica por causa dos alagamentos. Em Iconha, cidade com quase 14 mil moradores, nem o hospital Danilo Monteiro de Castro escapou da tragédia. Segundo a Defesa Civil, a água atingiu até o segundo pavimento do hospital e o Corpo de Bombeiros precisou ir ao local para fazer a retirada dos pacientes.

O governador Renato Casagrande foi a Iconha acompanhar o trabalho da Defesa Civil e destacou o cenário de destruição no município.

A Prefeitura de Iconha estima que o comércio do município, que fica concentrado no Centro da cidade, ficou totalmente destruído. E a Defesa Civil Estadual continua em alerta. Treze cidades ainda tem risco de mais alagamentos e desabamentos no Espírito Santo.

Ver comentários