Notícia

Um SUV para quem busca design, potência, tecnologia e conforto

Citroën C4 Cactus entrega até 173 cavalos de potência e tem tecnologias de auxílio ao condutor

Eles chegaram mesmo para ficar. Assim como no mercado mundial, a venda dos SUVs é a que mais cresce no país. Em 2018, eles representaram 24,38% de todos os automóveis e comerciais leves vendidos no Brasil, ultrapassando modelos de entrada e sedãs, ficando um pouco atrás apenas dos veículos hatch, segundo dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A expectativa é que, até 2021, os utilitários esportivos alcancem a liderança do mercado, representando 30% das vendas.

Seguindo essa tendência, a Citroën lançou o SUV C4 Cactus, que alia design, potência, tecnologia e conforto. O veículo é a maior aposta da montadora desde a atualização do C3 e promete ser sucesso de vendas, superando outros modelos da categoria desde o seu lançamento, no segundo semestre de 2018. Desde então, o Citroën C4 Cactus já conquistou três prêmios. O modelo foi eleito o “Melhor SUV Nacional de 2018” pela Revista Car Magazine Brasil e pelo UOL Carros. Também recebeu o titulo de “Melhor Design da America Latina” pela Americar.

Disponível em três versões de acabamento (Live, Feel e Shine) e com extensa lista de equipamentos de série, o modelo tem preço a partir de R$ 69.990,00, com opção de financiamento com entrada e taxa zero em até 12 meses na Citroën Passion. Um dos diferenciais, destaca o gerente da concessionária, Rafael Abreu, é que a versão Shine vem com motor Turbo High Pressure (THP), 16 V Flex, de 173 cavalos e 24,5 kgfm de torque máximo, com caixa de câmbio automática sequencial de seis marchas. Como esse conjunto motriz, o C4 acelera de 0 a 100 km/h em apenas 7,3 segundos. O consumo é de 12,6 km/l na estrada e 10,4 km/l na cidade com gasolina.

As outras versões são equipadas com o propulsor 120 Vti Flex Start. Ele gera 122 cv a 5.800 rpm e um torque de 16,4 kgfm a 4.000 rpm nas versões manuais, e 118 cv a 5.750 rpm e um torque máximo de 16,1 kgfm a 4.750 rpm com câmbio automático. Na cidade, com câmbio manual, percorre 11 km/l e na estrada, 12,5 km/l, com gasolina. Já o automático faz 10,4 km/l na cidade e 13 km/l na estrada.

A Citroën lançou o SUV C4 Cactus, que alia design, potência, tecnologia e conforto. O veículo é a maior aposta da montadora desde a atualização do C3 e promete ser sucesso de vendas, superando outros modelos da categoria desde o seu lançamento, no segundo semestre de 2018
A Citroën lançou o SUV C4 Cactus, que alia design, potência, tecnologia e conforto. O veículo é a maior aposta da montadora desde a atualização do C3 e promete ser sucesso de vendas, superando outros modelos da categoria desde o seu lançamento, no segundo semestre de 2018
Foto: Divulgação/Citroën Passion

Bem equipado

Desenvolvido e produzido no Brasil, o C4 Cactus traz uma silhueta mais dinâmica e fluida, mas sem abrir mão de uma altura em relação ao solo (22,5 cm) e de ângulos de ataque (22°) e de saída (32°). Conectado e tecnológico, o SUV também é equipado com um avançado pacote de itens de segurança e auxílio à direção, com destaque para o Active Safety Brake – que reduz a velocidade do veículo quando há perigo de colisão-, o Alerta de Saída de Faixa, o Alerta de Atenção ao Condutor, o Coffee Break Alert – que avisa quando o condutor precisa dar uma pausa - e o Controle de Aderência (Grip Control), que adapta as rodas dianteiras ao terreno.

Todas as versões do novo SUV Citroën C4 Cactus vêm de série com o Citroën Connect Radio, a central multimídia de 7 polegadas com sistema de áudio com Bluetooth. Esse equipamento agrupa todos os comandos ao alcance da mão do motorista ou de seu passageiro. O Mirror Screen, que reproduz a tela do smartphone, permite navegação por meio do Google Maps ou do Waze.

Desenvolvido e produzido no Brasil, o C4 Cactus traz uma silhueta mais dinâmica e fluida
Desenvolvido e produzido no Brasil, o C4 Cactus traz uma silhueta mais dinâmica e fluida
Foto: Divulgação/Citroën Passion

Carro-chefe

O gerente da Citroën Passion ressalta que o C4 Cactus conquistou a posição de carro-chefe da concessionária, pois atende ao consumidor que valoriza a estética e a modernidade, aliadas às características marcantes do SUV. Sua silhueta alia os principais elementos da categoria, com destaque para o teto “flutuante”, as barras de teto e rodas aro 17” diamantadas.

A mistura de conforto, potência e design foi o que atraiu a autônoma Danielle Dantas, 44, que adquiriu um C4 Cactus na Citroën Passion. “Já sou cliente há um bom tempo. Comecei com o C3, estava com a versão Exclusive e gosto muito da marca. Nunca tive problema, a manutenção não é cara e o pós-venda é excelente, conseguiu me fidelizar. Quando fiz o teste drive no C4 Cactus, fiquei enlouquecida, porque era o que eu buscava em um SUV. Ele é superconfortável, macio para dirigir. É maior, mas manteve a média de consumo do meu carro anterior. Na estrada de chão desenvolve praticamente como uma picape. Estou muito satisfeita”, afirma.

SAIBA MAIS

O novo SUV Citroën C4 Cactus tem um amplo pacote de equipamentos em três versões.

- Versão Live (R$ 69.990,00): equipada com motor 1.6 aspirado e câmbio manual, tem de série direção elétrica, ar-condicionado manual digital e integrado à central multimídia, assinatura luminosa com DRL em LED, barras de teto, rodas 16” com pneus 205/60 R16 e calota, painel de instrumentos 100% digital, volante de espuma com regulagem de altura e profundidade com comandos integrados, Citroën Connect Radio com tela touch de 7”, mais Bluetooth, seis alto-falantes, tomada USB e 12V. Além disso, tem comandos dos vidros e retrovisores elétricos, travamento centralizado das portas e porta-malas, travamento do carro ao andar e abertura da porta do reservatório de gasolina sem chave, assentos dianteiros reguláveis em altura, console alto com porta-objetos fechado e porta-copos, assentos traseiros com três apoios de cabeça e ISOFIX para fixação de cadeirinha, cintos de segurança traseiros de três pontos, freios ABS com REF, entre outros.

- Versão Feel: é equipada com motor 1.6 aspirado e pode ser manual (R$ 75.990,00) ou automática (a partir de R$ 81.990,00). Traz de série, a mais que a Live, faróis de neblina, câmera de ré, rodas de alumínio de 17” e pneus 205/55 R17, eco-coaching - que ajuda a dirigir de forma mais econômica-, alarme perimétrico, quatro vidros elétricos que fecham em um único toque, piloto automático com controle de cruzeiro e, para as versões automáticas, controle eletrônico de estabilidade e assistente de partida em rampas. Como opcional, oferece acendimento automático dos faróis, limpador de para-brisa automático, ar-condicionado digital automático, partida por botão, volante de couro, alarme volumétrico, air bag lateral, barras de teto tipo “flutuantes”, rodas Roby One de 17” de alumínio diamantado e teto de duas cores.

- Versão Shine (a partir de R$ 95.990,00): Tem motor 1.6 turbo e câmbio automático. Traz, a mais que a Feel, barra de teto “flutuante”, ar-condicionado digital automático, partida por botão, rodas de 17” de alumínio diamantado com pneus 205/55 R17, painel de bordo com revestimento soft-touch, acendimento automático dos faróis e limpador de para-brisa automático, volante e bancos em couro, airbag lateral, Grip Control (THP) e alarme perimétrico + volumétrico. Como opcional, oferece sistema de frenagem automática, alerta de colisão, alerta de atenção ao condutor, alerta de saída de faixa, indicador de descanso, retrovisor eletrocrômico, air bag de cortina e, ainda, carroceria de duas cores.

Disponível em três versões de acabamento (Live, Feel e Shine) e com extensa lista de equipamentos de série, o modelo tem preço a partir de R$ 69.990,00
Disponível em três versões de acabamento (Live, Feel e Shine) e com extensa lista de equipamentos de série, o modelo tem preço a partir de R$ 69.990,00
Foto: Divulgação/Citroën Passion

Ver comentários