Escritora lusófona Isabela Figueiredo é confirmada na Flip 2018

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (13) pela curadoria do evento, que será realizado em julho

Publicado em 13/04/2018 às 13h43

Isabela Figueiredo é autora de "A Gorda"
Foto:Divulgação
Isabela Figueiredo é autora de "A Gorda"

A escritora Isabela Figueiredo, nascida em Moçambique e radicada em Portugal, é presença confirmada na Flip 2018, que ocorre de 25 a 29 de julho, em Paraty (RJ).

"A intimidade, o corpo, o racismo, a experiência colonial e a dos retornados, a escrita de si, a memória: uma estreante já madura, Isabela Figueiredo tem uma obra ainda de poucos títulos e, no entanto, muito potente e desconcertante", diz Joselia Aguiar, curadora da Flip 2018, em nota divulgada nesta sexta-feira, 13. "Para leitores e leitoras daqui, seus livros abordam muitas das questões que mais importam serem debatidas hoje."

Isabela Figueiredo nasceu em 1963 em Lourenço Marques (atual Maputo), Moçambique, e mudou-se para Portugal em 1975. Estudou línguas e literaturas lusófonas, sociologia das religiões e questões de gênero. Trabalhou como jornalista e hoje é professora de português.

>> Leia mais notícias do Divirta-se

"A Gorda" (Todavia) acaba de chegar às livrarias do Brasil. O livro narra a história de Maria Luísa, cujo peso bastante fora do padrão traz para ela uma série de dificuldades sociais e de relacionamento. Em julho, sai seu livro de estreia, "Caderno de Memórias Coloniais" (Todavia), publicado originalmente em 2009, no qual a autora acerta as contas com o passado colonial de Portugal e com seu pai, um eletricista português radicado em Moçambique.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online