46ª Festa da Banana e do Leite de Alfredo Chaves é cancelada

Prefeitura alegou contenção de despesas devido a déficit nas contas

Publicado em 20/06/2018 às 18h13

Atualizado em 20/06/2018 às 18h16

Tradicional virada dos tachos na Festa da Banana e do Leite de Alfredo Chaves, em  2017
Foto:Divulgação/Setur
Tradicional virada dos tachos na Festa da Banana e do Leite de Alfredo Chaves, em 2017

Cada dia é um 7 a 1 diferente. Desta vez, o capixaba não terá a tradicional Festa da Banana e do Leite, tradicional no município de Alfredo Chaves. Este ano, a 46ª edição do evento seria realizada no dia 28 de julho. Porém, os moradores da região acordaram com a notícia de seu cancelamento, dada pelo próprio prefeito Fernando Videira Lafayette, o Dr. Fernando (PSB), que leu uma nota numa rádio local, nesta quarta-feira (20).

No discurso, ele explicou que a motivação são os reflexos da crise econômica. "As constantes quedas de receita já resultaram em déficit e consequente notificação do Tribunal de Contas", disse no discurso, adiantando que a festa teria um gasto de R$ 500 mil.

DEU RUIM

A notícia repercutiu negativamente entre os moradores, uma vez que a festa já havia sido confirmada pela própria prefeitura em maio deste ano com a venda de ingressos iniciada. "Em julho, no último final de semana, será promovida a 46ª Festa da Banana e do Leite. Para este ano, a dupla Maiara e Maraisa será a atração principal. Além dela, haverá outros shows, atividades agropecuárias e praça de alimentação", dizia parte da matéria publicada no site oficial da Prefeitura de Alfredo Chaves.

Alguns moradores foram no Facebook da prefeitura reclamar. "Nossa, vergonhoso isso!!! Divulgar uma data, vender ingressos, depois cancelar a Festa da Banana e transformar em uma outra festa em outra data!!!", escreveu Daniele Cavallini. "Vergonha..devolva nossa festa...uma tradição", reforçou Bru MA.

"Vai colocar um hospital na cidade? Não, né!!! Sei lá, mas, na minha opinião, acho que deveria sim ter a festa. Afinal, essa festa tem anos tradição. Cuidado pois daqui a pouco vão querer que todos durmam às 20h, porque estao tirando tudo da cidade", disse Juli Gleici Liokas.

EXPLICAÇÃO

Procurada, a Prefeitura de Alfredo Chaves se pronunciou por meio da secretária de Comunicação interina, Luziane de Souza. Ela explicou que antes de tomar a atitude, o prefeito Dr. Fernando se reuniu com todos os secretário e alguns vereadores mais de duas vezes.

"O comércio está com muita dificuldade. Afinal, temos um município de base agrícola e o preço da banana está baixo, o café - que é uma vez ao ano - está com cotação baixíssima, o gado de corte está sendo difícil de vender. Tivemos os agravantes das fortes chuvas e enchentes que trouxeram problemas, que não conseguimos capitar dinheiro com os governos Federal e Estadual. É uma decisão difícil mas acertada", explica Luziane, detalhando a situação.

O controlador geral, Josivaldo Barreto Andrade, explicou o rombo nas contas. "O município elaborou um orçamento bem condizente com a realidade para o exercício de 2018, mas a meta de arrecadação não está alcançando a meta. Já são dois bimestres em queda, chegamos a ser notificados pelo Tribunal de Contas", detalha dizendo que o déficit chega a, aproximadamente, R$ 3,5 milhões.

O município enfrentou em abril e março duas fortes chuvas - inclusive a Gazeta fez cobertura. Tivemos problemas com as estradas e estamos nos virando sem apoio de governo Estadual e Federal. A realização da festa é importante e tradicional, mas corremos o risco de fazer a festa e não cumprir os serviços essenciais e os desafios das chuvas. A melhor solução seria cancelar a realização
Josivaldo Barreto Andrate, controlador geral

ALTERNATIVA?

Ainda na página da Prefeitura de Alfredo Chaves no Facebook, alguns moradores apontaram uma saída para o evento não deixar de ser feito: "Terceiriza a festa para outros empresários, até do nosso município mesmo, como fizeram com a festa do clube. Uma festa simples para não perdermos nossas raízes nossos encontros dos amigos", disse Dulciane Brunoro Esteves.

Questionada sobre a possibilidade de fazer uma festa em proporções menores, Luziane disse que o tempo ficou curto após a decisão. "A festa poderia ser feita em porte menor mas, por conta dessas reuniões, nós não tivemos tempo hábil para fazer as contratações necessárias. Estamos a quase um mês para a festa", explica Luziane.

O controlador do município explicou que o show anunciado é terceirizado, mas os custos de realização do evento são grandes. "O show nacional é terceirizado, fechado e com pagamento de ingressos. Todo ano é assim. Mas a festa é realizada em quatro dias. Tirando o show nacional, terceirizado, todas as outras despesas são do município como aluguel de tendas para a praça de alimentação, instalação de quiosques e a feira do gado. Tudo é responsabilidade do município. Não teríamos condições de fazer de forma que não comprometêssemos o atendimento aos serviços sociais", detalha.

Maiara e Maraisa seriam a atração da Festa da Banana e do Leite deste ano
Foto:Divulgação
Maiara e Maraisa seriam a atração da Festa da Banana e do Leite deste ano

INGRESSOS

Com o cancelamento da Festa da Banana e do Leite, o show de Maiara e Maraísa foi adiado. Agora, ele será realizado na 1ª Festa do Peão da cidade, no dia 18 de agosto, também no Parque de Exposições. Josivaldo completa explicando o que as pessoas que compraram os ingressos devem fazer.

"Com nossa decisão, a empresa que fez a proposta do show vai realizá-lo no dia 18 de agosto. Quem comprou o ingresso para o final de julho ou entra em contato com a empresa que vendeu e pede ressarcimento ou assiste o mesmo show em agosto".

Compartilhe



Mais no Gazeta Online