"Tardezinha no Moscoso" quer levar paz a morro de Vitória com samba

Neste sábado (11), se apresentam Denal, Emerson Xumbrega, Leo Reis, Danilo Cezar, Rony Ribeiro e Luiz Felipe. A entrada é franca e o evento acontece das 14h às 20h

Publicado em 09/08/2018 às 18h07

"Tardezinha no Moscoso": samba no Morro do Moscoso já reuniu até 300 pessoas; organizadores farão uma edição especial para promover a paz no local neste sábado (11) a partir das 14h
Foto:Igor Cabral/Divulgação
"Tardezinha no Moscoso": samba no Morro do Moscoso já reuniu até 300 pessoas; organizadores farão uma edição especial para promover a paz no local neste sábado (11) a partir das 14h

Nos últimos meses, o Morro do Moscoso, em Vitória, passa por problemas de insegurança, com moradores abandonando suas casas. Mas, há um grupo que quer levar a paz ao local por meio do samba. Desde o fim do ano passado, Igor Cabral e outros quatro amigos começaram o "Tardezinha no Moscoso" como forma de entreter a comunidade.

Em abril deste ano, eles tiveram que cancelar o projeto e, agora, querem retomar as apresentações que já reuniram até 300 pessoas. A ideia desta edição é levantar a bandeira da paz e mostrar que o local está mais tranquilo e no clima para receber a todos.

"Eu tiro o parâmetro pelo seguinte. Antes, quando falávamos em retomar, as pessoas sempre perguntavam: 'Tem certeza? Vai ter mesmo?'. E agora, não. Estão todos ansiosos para a chegada da próxima edição", conta Igor, adiantando o convite: "Nós estamos com o encontro marcado para este sábado (11), a partir das 14h, no Ponto Final do 111".

.
Foto:Igor Cabral/Divulgação
.

Igor avalia que as pessoas vão abraçar a ideia e participar do "Tardezinha no Moscoso". Ele, que mora desde que nasceu no local, diz que, realmente 2018, foi o ano mais violento que ele já vivenciou. No entanto, enxerga que agora o clima está, de verdade, mais calmo. "E nós, no projeto, nunca tivemos problema com nada, nenhum registro. Então acho que as pessoas vão, sim. Em edições anteriores, chegamos a receber até 300 visitantes, de gente que é de lá e de outros bairros", pondera.

Apesar de ser uma edição especial, que vai brindar a paz no local, Igor destaca que o repertório não terá, a princípio, nenhum elemento alusivo a este momento. "Deixamos as músicas a cargo de quem vai cantar e tocar, gostamos de deixar os artistas à vontade. Mas toda a seleção é totalmente voltada para o samba e pagode", adianta. 

COMIDAS E BEBIDAS

Leia também

O idealizador afirma que, no local, há uma venda, coordenada pela própria organização, que vende bebidas e comidas, assim como também há ambulantes que oferecem os mesmos produtos. No entanto, Igor explica que o dinheiro arrecadado com essas transações é usado para manter o projeto: "Nós temos um gasto com músicos, com aluguel de som, com estrutura... Como não cobramos nada para a galera participar, até porque realizamos o evento na rua, todo o recurso que angariamos de outras formas é destinado para isso".

SERVIÇO

Tardezinha no Moscoso - Edição da Paz

Onde: Ponto Final do 111, Morro do Moscoso, Vitória

Quando: sábado (11), a partir das 14h

Entrada franca

Compartilhe



Mais no Gazeta Online