Vila Velha terá 1ª Oktoberfest de graça em outubro

Evento, que acontece entre 19 e 21 de outubro, receberá duas bandas e duas apresentações artísticas por dia

Publicado em 21/08/2018 às 15h49

Atualizado em 21/08/2018 às 16h23

.
Foto:Pixabay
.

O Espírito Santo é berço de riquezas e mescla de culturas que vêm do mundo inteiro. No geral, essas manifestações acontecem mais onde o povo cultiva fielmente os hábitos daquela região - prova disso é a referência italiana que Santa Teresa carrega, considerada até primeira cidade de imigração italiana do Brasil. Mas é justamente trazer isso para a Grande Vitória e turistas que pretende a primeira Oktoberfest que acontece na Prainha, em Vila Velha, com entrada franca nos dias 19, 20 e 21 de outubro.

De acordo com o produtor da Filipe Pontes, o evento caiu na graça dos brasileiros em várias partes do país, e por isso acredita que no Estado acontecerá o mesmo. Ele e o também produtor Breno Mozer viajaram por várias edições da festa Brasil afora e se inspiraram nas versões que deram mais certo para executarem a de Vila Velha. "Nós temos essas festas acontecendo mais em Domingos Martins, Marechal Floriano, Santa Maria de Jetibá... É uma forma de reviver essa cultura alemã e integrá-la à cidade, unindo shows a outras apresentações culturais, como danças folclóricas. Também teremos uma ilha de chope e outra de comidas típicas", afirma.

Leia também

Breno destaca que o local da festa, na Prainha, será totalmente coberto até como parte da decoração do evento. Apesar de ser de graça também, existirá um controle de entrada e saída de pessoal e segurança particular, além de uma área kids. Nesse espaço, dividirão palco as bandas e grupos que farão as apresentações culturais. "Os grupos serão de bandas folclóricas germânicas e de marchinhas e músicas alemãs. Os shows serão variados e estamos finalizando os nomes que se apresentarão", completa.

"EVENTOS SÃO UM TERMÔMETRO"

A fala é do secretário de Cultura de Vila Velha, Luiz Felipe Azevedo, que esclarece: "Termômetro porque a partir desses eventos e do público que eles chamam é que nós vamos vendo os modelos que devemos seguir. Além disso, quanto mais gente procurar aquela determinada festa nos fará entender que eventos que tratem da mesma temática são bem-vindos". Segundo ele, a Prainha também foi escolhida estrategicamente para a Oktoberfest.

Vila Velha mantém seu calendário de eventos assim e também recebe novas propostas todas as semanas. A ideia é fazer com que a cidade sirva o capixaba com festas que lhe interessem
Luiz Felipe Azevedo, secretário de Cultura de Vila Velha

"Hoje a prefeitura enxerga que a Prainha tem um espaço único para desenvolver esse tipo de evento. Ela foi totalmente revigorada para comportar essas festas", garante. Para Luiz, o espaço tanto é o ideal que é utilizado para outros eventos, também grandes: "A própria Festa da Penha tem parte da programação realizada lá e são milhões de pessoas que a visitam todos os anos".

Compartilhe



Mais no Gazeta Online