Surpresa na 2ª noite do Festival de Cinema de Vitória. Veja fotos

A atriz Maria Gladys recebeu uma homenagem surpresa. Noite teve fim com show de Rita Cadillac

Publicado em 05/09/2018 às 14h52

Foto: Claudio Postay/Divulgação
Maria Gladys recebe homenagem surpresa e troféu

A segunda noite do 25º Festival de Cinema de Vitória, nesta terça-feira (4), foi marcada por momentos marcantes. É que a veterana atriz Maria Gladys recebeu homenagem surpresa do Festival, no palco do Teatro Carlos Gomes, no Centro da Capital. Além da homenagem, a atriz ganhou o troféu das mãos do ator e amigo Matheus Nachtergaele.

A atriz é jurada da Mostra Competitiva de Longas e passa a semana na capital capixaba. Gladys é a eterna Lucimar de "Vale Tudo", novela que acaba de completar de 30 anos. A atriz integrou também o elenco da comédia "Pé na Cova", exibida pela TV Globo em 2016.

Foto: Claudio Postay/Divulgação
Juan Alba e Renata Rasselli foram os anfitriões da noite

E quem fez a cerimônia da noite foi o ator Juan Alba ao lado da colunista Renata Rasseli. Em recente trabalho, Juan viveu o personagem Amadeu na novela "Velho Chico". Em 2017, atuou em "Tempo de Amar" e "O Outro Lado do Paraíso".

Depois das sessões de curtas e do longa, o agito musical no lounge ficou por conta de Rita Cadillac e Ursula Pussynail, que agitaram o espaço no fim da noite de terça.

Rita Cadillac fez um show no lounge do festival, anexo ao Teatro Carlos Gomes
Foto:Claudio Postay/Divulgação
Rita Cadillac fez um show no lounge do festival, anexo ao Teatro Carlos Gomes

QUARTA-FEIRA

E a noite desta quarta-feira (5), será apresentada pela atriz Bel Kutner e o ex-integrante da banda Kid Abelha, o saxofonista George Israel. E haverá também mais homenagem no palco do Teatro.

Autor de mais de 25 roteiros originais, além de adaptações literárias, e o nome à frente de “A Dama do Lotação” (1978), estrelado por Sônia Braga - filme que ocupa o sexto lugar de maior bilheteria do cinema nacional atualmente, levando mais de 6,5 milhões de pessoas às salas de exibição, o cineasta e artista plástico Neville D’Almeida receberá homenagem do 25º Festival de Cinema de Vitória pelos seus 50 anos de carreira como um dos maiores diretores do cinema brasileiro. O cineasta sobe ao palco do Teatro Carlos Gomes para receber o Troféu Vitória e o abraço do público às 19h. Entrada franca.

Como parte da homenagem, na mesma noite, às 20h30, será exibido o documentário que revisita a carreira do diretor, “Neville D’Almeida – cronista da beleza e do caos”, de Mario Abbade. Recém lançado, o documentário resgata a vida e o trabalho do cineasta, desde a era do Cinema Marginal até o presente, através de entrevistas, raras imagens de arquivo e um vasto material iconográfico.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online