Checkmate? Alemão do Forró vai lançar um clipe por mês até o fim do ano

Cantor ainda vai mesclar outros gêneros musicais ao seu "forrózão", como ele mesmo chama

Publicado em 07/05/2019 às 16h43

Foto:Reprodução/YouTube Alemão do Forró

Depois de voltar de sua primeira turnê internacional, Alemão do Forró vai apostar em um clipe por mês até, ao menos, o fim do ano. O cantor se inspirou no checkmate de Anitta, mas vai dar um toque único com gêneros musicais que ele mesmo gosta, do "forrózão" - como ele mesmo chama - até lambada e sertanejo.

"O desafio é elaborar esse tanto de clipe um seguido do outro (risos) e também incrementar o meu ritmo com gêneros musicais diferentes. Mas eu percebo que o público gosta dessa mescla e acaba que dá super certo", conclui, em entrevista ao Gazeta Online.

O artista lembra que, em abril, lançou o primeiro clipe do projeto, de uma música que cantou com a dupla Gino e Geno. Neste mês, vai gravar em Linhares uma música que se mistura com o arrocha. "É um arrocha lindo, uma música linda, que a galera vai gostar muito", adianta. O lançamento está previsto para a primeira quinzena de maio. "E no mês que vem, vou gravar em Vila Velha", continua.

É um desafio novo, mas vai valer a pena. E não é porque vou mesclar ritmos que estou mudando. Continuo com o forrózão, só vou incrementar
Alemão do Forró, cantor

O clipe de "Saudade dela e ela deu" foi feito durante um show do linharense. No meio da música, Gino e Geno surgem no palco ao lado de Alemão que, com direito a dancinha, levantam o público. "A recepção foi bem o que a gente estava esperando. Acho que todos saíram ganhando. Foi uma experiência legal também, é bem gostoso de gravar", aponta.

Assista o primeiro clipe do projeto de Alemão do Forró:

INSPIRAÇÃO EM CHECKMATE, DE ANITTA

Anitta encerrou seu projeto checkmate em meados de dezembro de 2017. Na ocasião, a Poderosa chegou a divulgar o lançamento dos clipes em várias cidades do Brasil e a Praia de Camburi, em Vitória, até recebeu um monumento comemorativo.

Leia também

Alemão se inspirou nessa ação para fazer o lançamento dos vídeos até o fim do ano. "Assisti ao documentário sobre ela e me marcou muito uma cena que ela aparece em um estúdio falando que não queria gravar CD, que queria lançar um clipe atrás do outro", conclui. Depois disso, o capixaba decidiu apostar na ideia.

De acordo com o músico, um CD gasta uma energia muito grande e acaba jogando as músicas todas juntas para o público, perdendo alguns possíveis hits pelo caminho. "O clipe também exige muito e demora até três dias só para ser filmado, mas acho que os fãs absorvem aos poucos, o que é melhor", avalia.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online