Dançarino capixaba faz sucesso em clipes de famosos portugueses

O bailarino Junior Viotti está em Lisboa há cerca de três anos, fazendo participações especiais em programas de TV e shows por Portugal e pela Espanha

Publicado em 23/05/2019 às 15h37

Frame do clipe "Cola-te em Mim", de José Reza
Foto:Reprodução/Youtube
Frame do clipe "Cola-te em Mim", de José Reza

O talento veio de berço, pois a mãe ganhou fama na Grande Vitória, nos anos 1980, se apresentando como cover da Madonna. Portanto, não é de ser espantar o sucesso do dançarino capixaba Junior Viotti (23) em Portugal.

> Capixaba curte noitada com Pabllo Vittar em Londres

Há três anos nas "Terras de Camões", o rapaz, recentemente, chamou a atenção ao protagonizar o clipe "Cola-te a Mim", um fado com pitadas de música caribenha entoado por um dos mais tradicionais intérpretes lusitanos, José Reza.

"A repercussão está muito bacana. Já estou fazendo uma turnê com o José (Reza, cantor) por todo o país e nos apresentamos em várias TVs, como a SIC, a RTP e a TVI", conta, dizendo que, com a chegada do verão europeu, sua agenda está lotada.

> Chiques e famosos: conheça 14 personalidades da sociedade capixaba

"Faço parte de um grupo de dança, o Canta Brasil, que está há mais de 20 anos em atividade. Estamos com várias apresentações, tanto no pais como na Espanha. Os convites não param de chegar”, comemora, dizendo que já gravou um novo clipe, que acabou de chegar às redes sociais.

"Fiz um trabalho com um cantor de reggaeton aqui de Lisboa, Simontego. A música 'Este Momento' promete esquentar a temporada", brinca.

Junior Viotti começou a dançar aos 16 anos, participando da banda Tarados em Samba, de Jacaraípe (na Serra). "Tive influência da minha mãe e do meu irmão, os dois foram bons dançarinos. Aprendi em casa", relembra.

Junior Viotti, dançarino capixaba que vive em Portugal
Foto:Reprodução/ Instagram
Junior Viotti, dançarino capixaba que vive em Portugal

Ele decidiu tentar a vida em Portugal após o convite de um amigo, também dançarino. "Ele disse que o mercado aqui estava 'quente'. Os portugueses adoram as nossas músicas e os nossos costumes", comenta, confessando ser apaixonado por axé. "Gosto do ritmo e de sensualizar no palco", sorri o rapaz, que está solteiríssimo. Ah, sim: Junior tem um grande amor: sua filha, a pequena Lívia, de três anos, que mora com a mãe em Portugal.

VIDA DIFÍCIL

Leia também

Mãe e fã número um de Junior Viotti, a cuidadora de idosos

Nete Souza

(48) diz ter orgulho da trajetória do filho em Portugal, especialmente por ter vencido na carreira após uma vida de muitas dificuldades financeiras. "Nunca esperei que ele tivesse esse reconhecimento. Somos de família humilde e, normalmente, as pessoas não costumam ver o nosso talento e nem nos dar oportunidades", acredita.

Nete conta que o rapaz teve uma infância complicada, principalmente depois que ela o abandonou, por conta de uma separação traumática. "Eu e o pai dele bebíamos muito. A relação ficou complicada e decidi sair de casa. Morávamos em Eldorado. Deixei os meus filhos para o pai criar. Graças a Deus, o Edson fez um grande trabalho e o Júnior nunca se envolveu com coisas erradas. A dança foi a redenção dele".

Nete diz que foi a responsável por ensinar os primeiros passos de Júnior na dança. "Ele tinha seis anos e já era inteligente, tinha muito talento. Adorava forró", conta a mãe, que, nos anos 1980, fez sucesso ao se apresentar como cover de Madonna e Cyndi Lauper. "Era uma vida muito louca, de muitos shows e assédio. Cheguei a me apresentar em todo o Estado, Minas e Bahia. Espero que o meu filho aproveite a juventude e siga a carreira com muita dedicação", torce.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online