Feira literária na Ufes terá de livros a workshops; veja a programação

Evento, que neste ano está quatro vezes maior, deve reunir mais de 10 mil pessoas durante a programação, que vai de lançamento de livros até atividades culturais que duram 12 horas por dia

Publicado em 14/05/2019 às 15h57

Atualizado em 17/05/2019 às 18h32

Foto:Lore/Divulgação

Doze horas por dia completas de atividades culturais, seminários, rodas de conversa e lançamentos de 90 livros. A Feira Literária Capixaba (Flic-ES), sediada pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), chega a 2019 mais robusta, quatro vezes maior do que a montagem anterior e brindando a diversidade nas diferentes formas de valorizar a arte. A 6ª Flic-ES acontece entre os dias 22 e 26 de maio e contará com a participação até de nome nacionais, como Conceição Evaristo, Marco Lucchesi e José Arrabal.

De acordo com a presidente da Academia Feminina Espírito-santense de Letras, Renata Bomfim, que também é quem coordena o evento na Ufes, a ideia sempre é ampliar o evento tanto na oferta quanto na prospecção de potenciais visitantes. Isso porque ela enxerga que, a cada edição, mais jovens e adultos se interessam pelos temas tratados e a escolha da diversidade, desta vez, chegou em boa hora. "Para valorizar todo mundo que escreve diferentes gêneros, faz diferentes atividades e promove jeitos distintos de alguma cultura", corrobora.

Para ela, a edição de 2019 da feira será a mais ousada, mas também deve ser a que mais reunirá público. "Esperamos mais de 10 mil visitantes durante toda a programação. Esse é o número que já recebemos em edições anteriores. Como dessa vez estamos maiores, a expectativa é de que esse número aumente naturalmente", relata, indicando que a Flic abrigará cerca de 90 lançamentos de livros e também dezenas de apresentações de dança e música ao longo das 12 horas diárias de evento. "Temos 400 pessoas envolvidas na produção para poder dar conta de tudo e todos estamos bem confiantes", reitera.

A presidente pondera que também já recebeu confirmação de, ao menos, 70 ônibus programados para visitar o evento. O transporte levará estudantes do ensino público do Espírito Santo para conhecer o local e tudo o que ele tem para oferecer. "Nosso interesse é que esses jovens virem assíduos da Flic. Queremos cativar e estamos vendo no nosso histórico que isso está acontecendo", comemora.

Queremos dar visibilidade à diversidade cultural capixaba, fortalecendo os artistas e promovendo o diálogo entre diferentes vozes, linguagens artísticas e atores sociais
Renata Bomfim, presidente da Academia Feminina Espírito-santense de Letras

Todos os anos, a feira também homenageia personalidades importantes do meio artístico. Desta vez, Judith Leão Castello Ribeiro vai receber a condecoração. Natural da Serra, a professora se destacou fundando a Academia Feminina Espírito-santense de Letras, já que mulheres não podiam fazer parte da academia tradicional. Além dela, o evento também vai prestar lembranças ao poeta Miguel Marvilla, que morreu em 2009. A atriz e poeta Suely Bispo fará uma performance em memória do artista e uma doutora em Letras da universidade fará palestra sobre a personalidade.

A Flic-ES também receberá como convidados especiais Marco Lucchesi, atual presidente da Academia Brasileira de Letras, que também vai ministrar a palestra "Democracia é diálogo", além de José Arrabal, Bernadette Lyra, Manoela Ferrari e Júlia Almeida. O evento também será palco para grupos folclóricos capixabas, como Boi Pintadinho, Ticumbi e a Cia. de Dança da Fafi.

PRODUÇÃO LOCAL

Como em todas as edições anteriores, a Flic-ES trará nomes nacionais para participar do evento. Ao todo, cerca de 300 artistas estarão envolvidos em mesas redondas, workshops sobre arte e literatura e também incentivarão a participação do público. No entanto, segundo a presidente, a produção capixaba tem um espaço especial: "É para o evento funcionar como um grande ponto de encontro da cultura capixaba, colocando em evidência a produção artística do estado e reunindo escritores, músicos, dançarinos, folcloristas, artistas, escolas e comunidade".

Além das ações culturais e da promoção da diversidade, o evento também terá um braço ligado à sustentabilidade. A presidente comenta que a área verde do evento, que será chamada de Tenda Sustentável, receberá ações sustentáveis e educacionais. Além disso, serão exibidos vídeos sobre preservação do meio ambiente, oficinas de reciclagem, brincadeiras, gincanas e atividades interativas com o público.

PROGRAMAÇÃO

A programação completa do evento pode ser conferida no site da Flic-ES

Veja a programação da Feira de Literatura Capixaba 2019

SERVIÇO

6ª Feira de Literatura Capixaba (Flic)

Local: Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) (Av. Fernando Ferrari, Goiabeiras, Vitória)

Data: de 22 a 26 de maio de 2019, das 9h às 20h

Ingressos: entrada franca para toda a programação

Compartilhe



Mais no Gazeta Online