Filme de Quentin Tarantino vai estrear no Festival de Cannes, em maio

Estrelado por Leonardo DiCaprio, Brad Pitt e Margot Robbie, “Era uma Vez em Hollywood” vai concorrer a Palma de Ouro na mostra francesa

Publicado em 02/05/2019 às 17h11

"Era uma Vez em Hollywood", novo filme de Quentin Tarantino
Foto:Divulgação
"Era uma Vez em Hollywood", novo filme de Quentin Tarantino

Faltando pouco mais de dez dias para começar, o Festival de Cannes anunciou um reforço peso pesado na sua programação de 2019. "Era uma Vez em Hollywood", o aguardado novo longa de Quentin Tarantino, e "Mektoub, My Love: Intermezzo", de Abdellatif Kechiche, farão parte da seleção principal da mostra francesa, que começa em 14 de maio.

No último dia 18, quando o evento anunciou os filmes que farão parte de sua competição, o diretor artístico Thierry Fremaux tinha se mostrado um tanto desapontado pelo fato de que a nova obra de Tarantino não tinha sido finalizada a tempo de ser exibida. É que o processo de edição de um filme em 35 mm, formato utilizado pelo cineasta, é muito mais lento do que se o material fosse digital.

Mas, pelo visto, o realizador de "Kill Bill" conseguiu apressar a montagem na reta final e, ao que tudo indica, exibirá sua nova produção no dia 21 de maio, data que marca o aniversário de 25 anos da estreia de "Pulp Fiction" (naquele ano, o longa roubou a cena em Cannes e saiu com o prêmio principal do evento, a Palma de Ouro).

"Era uma Vez em Hollywood" rememora os eventos trágicos do verão de 1969, quando a seita comandada por Charles Manson rondou as casas dos ricaços de Los Angeles e assassinou, entre outras pessoas, a atriz Sharon Tate, que estava grávida.

VIOLÊNCIA

A suposição mais forte é que, embora Tarantino aplique o seu tradicional filtro hiper-violento e estilizado à história, ele não vá ser fiel aos eventos como eles se deram. É mais provável que opte por um final alternativo, como o de "Bastardos Inglórios".

Margot Robbie é quem interpretará Tate. Mas os papéis principais são de Leonardo DiCaprio e Brad Pitt, que vivem, respectivamente, um ator decadente de televisão e o seu dublê, em meio aos eventos daquele ano.

Além da obra de Tarantino, Cannes receberá o novo filme de Abdellatif Kechiche, outro vencedor da Palma de Ouro, por "Azul É a Cor Mais Quente". Seu novo filme, "Intermezzo", é a segunda parte da obra que ele apresentou no Festival de Veneza em 2017 e que fala das jornadas amorosas de um jovem franco-tunisino.

Leia também

Compartilhe



Mais no Gazeta Online