Nicette Bruno grava filme em Vitória sobre obra de Machado de Assis

Filme "Helena" está sendo gravado no Centro de Vitória

Publicado em 09/05/2019 às 19h03

Atualizado em 10/05/2019 às 14h33

08/05/2019 - Edwin Luisi, Nicette Bruno e Vicenzo Richy posam em frente ao Palácio Anchieta no intervalo das gravações do longa "Helena"
Foto:Instagram/@edwinluisioficial
08/05/2019 - Edwin Luisi, Nicette Bruno e Vicenzo Richy posam em frente ao Palácio Anchieta no intervalo das gravações do longa "Helena"

Nicette Bruno, de 86 anos, está amando os fins de semana que está passando em Vitória, o que já está acontecendo há cerca de um mês. É que a global está batendo ponto no Espírito Santo para gravar as cenas iniciais de "Helena", um filme produzido pelo diretor capixaba Sérgio Medeiros que conta a história homônima de Machado de Assis. Ainda não há data para que seja lançado o longa, mas isso ainda deve demorar um pouco, já que as gravações acabaram de começar.

Em entrevista exclusiva ao Gazeta Online, a atriz destaca que as cenas estão se passando todas no Centro de Vitória, dando destaque, inclusive, ao Palácio Anchieta, que serve como sede do Executivo no Estado. "A história do livro se passa no século XIX, mas o filme foi adaptado para os algo próximo dos anos 50. É uma história linda de amor, um romance daqueles que a gente se lembra de quando era adolescente e lia aqueles livros com a potência literária desses grandes escritores", dispara.

Segundo a atriz, ela gravou cerca de cinco cenas, que são as iniciais, no Centro de Vitória. "Por enquanto está tudo em Vitória mesmo", diz. Nicette dá vida a Úrsula, que é tia de Estácio, interpretado por Vicenzo Richy na história. O romance fala do amor do rapaz com Helena, personagem de Giovanna Chaves.

Estamos no comecinho, teremos muitas cenas pela frente ainda. Agora vou a Vitória todo fim de semana. Brinco que eu descanso das gravações aqui no Rio (novela Órfãos da Terra) gravando o filme no Espírito Santo
Nicette Bruno, atriz

A artista, que está no ar em "Órfãos da Terra" como a judia Ester, detalha que foi autorizada pela Globo para participar das gravações paralelas do filme, mas relata que só consegue vir a Vitória nos fins de semana por esse motivo. "É quando eu não estou com a agenda ocupada pela minha rotina na emissora, aqui no Rio de Janeiro", conclui. Segundo a atriz, ela deve se manter na ponte aérea Rio X Vitória até o fim de maio, se tudo correr como está. "Vamos ver se dá tempo (risos)", finaliza.

Vitória é muito gostoso. É uma cidade muito agradável. Claro que não dá para a gente aproveitar a cidade como quer, porque estamos indo trabalhar, mas nós tentamos (risos). Mas pelo menos quando a gente chega, aterrissa no Aeroporto de Vitória, passa pela Praia de Camburi, sente o ar de Vitória que é gostoso. A energia da cidade é boa, faz bem para a gente
Nicette Bruno, atriz

NICETTE BRUNO: "NASCI NO TEATRO, MAS GOSTO DE TUDO"

Assim como a maior parte da boa safra de artistas que o Brasil produz, Nicette nasceu no teatro, mas se sente encantada por várias outras formas de arte, inclusive o cinema. "Teatro é a pedra fundamental de todo artista. Mas o filme é ótimo, é tudo forte. Não conseguiria escolher uma coisa só (risos). Eu gosto de tudo", conta.

De acordo com a atriz, a experiência das gravações em Vitória está sendo enriquecedora e, daqui, está colecionando memórias que vão para além de "Helena": "Vitória é encantadora. Toda vez que venho, tento conhecer um pouco da cidade, que é especial. O Centro é lindo e o município, por si só, tem características próprias". Além disso, a Úrsula, do filme, fala que tem vindo com todo o prazer para as cenas capixabas da trama. "Não é fácil, lógico, mas é gostoso. Eu adoro e prefiro do que ficar sem fazer nada", alerta, já excluindo qualquer possibilidade que passe perto de aposentadoria.

A gente tem que fazer com prazer, com amor. Aí você consegue tudo. É esse sentimento que me dá energia
Nicette Bruno, atriz

Leia também

Compartilhe



Mais no Gazeta Online