Projeto reúne atrações culturais às terças em Jardim da Penha

André Prando abre nesta terça-feira (14) o projeto "TAS - Terças de Arte no Sesi", que vai reunir música, teatro, dança e cinema semanalmente

Publicado em 13/05/2019 às 18h33

Atualizado em 13/05/2019 às 19h16

Foto: Vikki Dessaune/Divulgação
André Prando (centro) abre a programação com Jackson Pinheiro, Phillip Rios e Henrique Paoli

Em “Voador”, o músico capixaba André Prando discute temas de nosso tempo e leva os ouvintes às mais diversas reflexões acerca do mundo em que vivemos. O disco, lançado há cerca de seis meses, tem sido responsável por uma significativa projeção de Prando na cena musical fora do Estado, e é o mote do show que acontece nesta terça-feira (14), a partir das 20h, no Teatro do Sesi, em Jardim da Penha, Vitória.

A apresentação integra um novo projeto da instituição, batizado de “TAS – Terças de Arte no Sesi”. A partir desta, em toda terça-feira haverá programação cultural no teatro, com manifestações artísticas diversas e foco nos artistas e produções locais e autorais.

Leia também

O projeto reserva a primeira terça-feira do mês para o teatro, a segunda para música, a terceira para dança e a última sempre para o cinema. As produções serão selecionadas por uma equipe de curadores das áreas contempladas.

Na próxima semana o palco do teatro recebe o espetáculo “Tango, Tons e Cores”, com direção geral de Marcelo Lages e direção artística do maestro Leonardo David. O número ainda tem regência de Leonardo Pinto e reúne, além da Orquestra Camerata Sesi, oito bailarinos no tablado. As demais atrações ainda estão em fase de definição.

PRATA DA CASA

No evento que abre a programação do projeto, André Prando passeia pelo repertório construído ao longo dos anos de carreira, com o lançamento do EP “Vão” (2014) e dos discos “Estranho Sutil” (2015) e “Voador” (2018). A apresentação tem foco neste último, responsável pela guinada na carreira do músico.

“Esse trabalho botou na gente uma vontade de sair mais, de alçar novos voos, novos ares, novas perspectivas. Foi um disco construído com financiamento coletivo, o que já mostrou uma força de interação com o público. É curioso chegar a cidades do interior de São Paulo, por exemplo, e ver que nosso trabalho tem relevância para aquelas pessoas”, diz Prando, que sobe ao palco ao lado de Jackson Pinheiro (baixo), Phillip Rios (guitarra, teclado e voz) e Henrique Paoli (bateria e voz).

No show, estarão presentes principalmente canções de “Voador”, como “Ode à Nudez”, “Fantasmas Talvez”, “Eu Vi Num Transe” e “Moro no Interior do Mundo”. O disco une um rock psicodélico a outras influências de Prando, como o rock mineiro do Skank e Clube da Esquina.

Para o músico, um dos maiores ganhos do projeto criado pelo Sesi é o “intercâmbio” entre artistas de diferentes áreas de atuação, além do espaço aberto para apresentações.

“Nós vemos bons lançamentos, artistas se profissionalizando, mas casas fechando ao mesmo tempo. Acho que rola uma carência de articulação também. Precisamos nos unir e nos organizar. No caso do ‘TAS’, criamos um grupo para nos organizar, divulgar os eventos uns dos outros, para que dialoguemos mais também”, afirma o músico.

Para os próximos meses, André Prando planeja o lançamento de um novo videoclipe, desta vez da faixa “Fantasmas Talvez”, além do preparo para apresentações em festivais previstos para o segundo semestre.

TAS – Terças de Arte no Sesi

Atração: André Prando.

Quando: Terça-feira (14), a partir das 20h.

Onde: Teatro do Sesi de Jardim da Penha. Rua Tupinambás, 240, Jardim da Penha, Vitória.

Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia). À venda na bilheteria do teatro.

Informações: (27) 3334-7323.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online