Centro de Vitória recebe festa de samba com "Ciatas" capixabas

Evento acontece neste sábado (10), na Praça Costa Pereira

Publicado em 09/08/2019 às 10h09

Atualizado em 09/08/2019 às 16h08

Praça Costa Pereira vai receber o evento
Foto:Patricia Scalzer
Praça Costa Pereira vai receber o evento

Hilária Batista de Almeida, a Tia Ciata, foi uma quituteira baiana radicada no Rio de Janeiro que fez fama no mundo do samba. Ela foi pioneira no gênero ao acolher em sua casa, na região do Centro do Rio, no início do século XX, pessoas que, mais tarde, se tornaram grandes referências da arte nacional. Neste sábado (10), o evento "Festa das Ciatas - Culinária e Samba de Morro" em sua primeira edição vai homenageá-la no Centro de Vitória sob a figura de 11 mulheres capixabas que vão representá-la ao som da bateria e com direito a gastronomia de morro.

> Alexandre Pires traz seu "Baile" com hits dos anos 90 a Vitória

A festa, feita para celebrar a mulher na cultura do samba, terá diversas apresentações de grupos de samba do Espírito Santo, barracas de artesanato afro e barraquinhas de comidas e bebidas, além de exposição fotográfica do Projeto Raízes da Piedade. A programação vai acontecer das 15h às 20h.

Segundo Marilene Pereira, do Coletivo Afoxé - um dos organizadores do evento -, 11 "Ciatas" capixabas foram escolhidas para representar a baiana ajudando na festa. "A gente quer colocar as pessoas que compõem o mundo do samba capixaba em foco. Escolhemos 'Ciatas' que cozinham, vendem seus quitutes e são ativas nos barracões das escolas de samba e na cena cultural", diz.

> Quer receber todas as novidades de cultura e entretenimento do ES? CLIQUE AQUI e participe do grupo de Whatsapp do Divirta-se

Tia Ciata é considerada matriarca do samba brasileiro e referência do candomblé no início do século 20
Foto:DIVULGAÇÃO / ACERVO DA ORGANIZAÇÃO CULTURAL REMANESCENTES DE TIA CIATA
Tia Ciata é considerada matriarca do samba brasileiro e referência do candomblé no início do século 20

Além da própria Tia Ciata, os integrantes da Piedade que morreram em meio à onda de violência na região também serão lembrados. Segundo Marilene, a própria exposição fotográfica vai cumprir esse papel junto dos bambas que se apresentarão: "Será uma festa plural para celebrar toda essa riqueza e cultura que a gente deve mostrar para a sociedade".

> Carnaval de Vitória 2020: definida a ordem do desfile do grupo especial

AS CIATAS 

Cada "Ciata" será dona de uma barraquinha de gastronomia na região. O Gazeta Online organizou o que cada uma vai servir, o espaço ou escola de samba que ela representa, e seu nome (nesta ordem): 

1. Pela égua – Unidos da Piedade – Rita Sueli Coutinho

2. Feijão amigo – Novo Império – Elida Maria Barcelos

3. Caldo de abóbora com carne seca ou feijão branco com bucho, bacon e carne seca – Chega Mais – Ivete Sales

4. Caldo verde ou caldo de pinto – Imperatriz do Forte – Aldeildes Santa Rosa

5. Caldo de mocotó ou torresmo frito – Bar da Zilda – Zilda Santos

6. Feijão tropeiro acompanhado de arroz carreteiro – Tia Maria

7. Torta capixaba e salgados de boteco – Ubuntu - Winy Fabiano

8. Carne de sol com aipim na manteiga de garrafa – K’temperus Restaurante - Jane Gomes

9. Pescoço de Peru e Caldo de Aipim – Coletivo Afoxé - Marilene Pereira e Rozi de Sá

10. Acarajé – Acarajé Axé Da Bahia – Edvan Alves

11. Caldo e sopa de Fruta pão - Quitutes das amigas - Priscila Rodrigues

PROGRAMAÇÃO

15h - Movimento Samba Novo – grupo de compositores só com músicas autorais

17h - Monique Rocha Show Samba pra Elas

18h30 - Lucianinho do Cavaco e convidados: Axel Fernandes; Betinho Capoeira; Chico Lima; China Danilo Cesar; Fabiola Santos; Jairo; Lajota; Papo Furado; Pé de Pano; Teresa Cristina e Tia Bina / Musical especial: "Neste palco sou herdeiro, sim, sinhô", convidados: Chris, Jocimar, Jonatam, Valtinho – São os herdeiros do Samba (filhos de compositores da Unidos da Piedade que já faleceram). Participação especial do Segundo casal da Escola de Samba Unidos da Piedade

SERVIÇO

Festa das Ciatas - Culinária e Samba de Morro

Onde: Praça Costa Pereira (Av. Jerônimo Monteiro, Centro de Vitória)

Quando: 10 de agosto de 2019 (sábado), a partir das 15h

Entrada franca

Compartilhe



Mais no Gazeta Online