Encontro promete reunir apaixonados por Fusca em Vila Velha

São esperados mais de 300 veículos nos dois dias de evento, que tem entrada franca

Publicado em 08/08/2019 às 10h03

Atualizado em 09/08/2019 às 17h37

Veículos expostos no Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Espírito Santo. Em 2019, ele acontece no Boulevard Vila Velha
Foto:Conrado Alvin
Veículos expostos no Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Espírito Santo. Em 2019, ele acontece no Boulevard Vila Velha

Desde sua primeira unidade lançada, em 1938, passando ainda pelo sucesso dos cinemas na década de 1970 com "Se Meu Fusca Falasse", o Fusca movimenta apaixonados pelo mundo. Mesmo com o fim da sua produção clássica, em 1996, e da nova versão neste ano, a paixão continua e gera encontros de colecionadores mundo afora. Neste fim de semana, é a vez de Vila Velha receber um deles. O Encontro Anual de Fuscas e Derivados acontece no sábado (10) e domingo (11), no Boulevard Vila Velha, no Jóquei de Itaparica.

Com entrada franca, o evento promete reunir diversos colecionadores e entusiastas nos dois dias de evento. "Ano passado, a gente fez esse evento no Pavilhão de Carapina. Nos dois dias do encontro, passaram em torno de 300 a 400 carros, uma média de 180 veículos por dia. Esperamos que neste ano, o número seja maior", detalha Conrado Ambrósio Barros Alvim, 36, um dos organizadores do evento.

> Sessentão, Fusca ainda acelera o coração de amantes de carros

Dono de um modelo 1973, Conrado detalha o motivo da paixão de tantos pelo "besouro". "Se observar as estatísticas de venda, nas décadas de 1960 e 1970, o fusca vendeu muito. Ele estava muito a frente dos demais veículos, seja pelo design redondo ou pelo motor na parte traseira, além da popularidade. Todos tinham acesso a ele e, se reparar, todo mundo tem uma história para contar de um fusca, seja de um pai ou um avô", exalta.

> Quer receber todas as novidades de cultura e entretenimento do ES? CLIQUE AQUI e participe do grupo de Whatsapp do Divirta-se

"O Fusca não divide classe social. Ele engloba desde quem tem a renda mínima até um grande empresário", completa o vendedor de veículos, que possui um Fusquinha para chamar de seu e o utiliza por hobby.

> Concessionária, revenda ou particular? Saiba como negociar seu carro

Voltando ao evento, Conrado relata que o encontro ainda conta com um mercado de pulgas, com barracas vendendo peças de carros antigos. Ele destaca ainda que a exposição vai além de Fuscas. "Este evento é específico para Fuscas e veículos Volkswagen com motorização a ar, como a Kombi, Brasília e Variant".

Mercado de Pulgas do Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Espírito Santo. Em 2019, ele acontece no Boulevard Vila Velha
Foto:Conrado Alvin
Mercado de Pulgas do Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Espírito Santo. Em 2019, ele acontece no Boulevard Vila Velha

Todos estão convidados a participar, seja para apreciar as belezuras ou para expor o seu próprio veículo. Segundo Conrado, qualquer um que tenha um veículo antigo com motorização a ar pode se inscrever gratuitamente. "Se o cara tem um Opala, ele não pode expor. Agora, se você tem um destes veículos (com motorização a ar), a exposição é gratuita. A inscrição é opcional, mas quem a fizer concorre a brindes e premiações", detalha.

CURIOSIDADES

- O Fusca teve quatro gerações: 1938 a 1986 (1ª geração); 1993 a 1996 (Geração Ouro, no Brasil); 1997 a 2010 (New Beetle); 2011 a 2019 (Final Edition)

- A Volkswagem manteve a produção do New Beetle no Brasil até 2010

- No mundo, a última unidade do New Beetle foi fabricada neste ano

- Os últimos 65 modelos do New Beetle foram vendidos no México apenas online a um preço de US$ 21 mil (R$ 78,9 mil) para o modelo base

Veículos expostos no Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Pavilhão de Carapina, em 2018
Foto:Conrado Alvin
Veículos expostos no Encontro Anual de Fuscas e Derivados, realizado no Pavilhão de Carapina, em 2018

- O Fusca recebeu outros nomes pelo mundo: era Beetle nos EUA, Kafer na Alemanha, Coccinelle na França e Carocha em Portugal

- No Brasil, o carro teve apelidos como Pulga, Corcunda, Joaninha, Bolha, Cornowagen (versão com teto solar), Besouro, Barata, Baratinha, Porsche Bolha, Beetle.

SERVIÇO

Encontro Anual de Fuscas e Derivados

Quando: sábado (10), das 10h às 22h, e domingo (11), das 8h às 17h

Onde: Boulevard Vila Velha -  Estacionamento Externo – Portaria A

Entrada franca

Compartilhe



Mais no Gazeta Online