Notícia

Cantor Naldo Benny é denunciado com base na Lei Maria da Penha

Justiça determina que ele fique a pelo menos 100 metros de mulher agredida

Naldo Benny e Ellen Cardoso
Naldo Benny e Ellen Cardoso
Foto: Reprodução/Instagram

Três dias após ter sido acusado de agredir a mulher, a Justiça determinou nesta quarta, com base na Lei Maria da Penha, que o cantor Naldo Benny fique afastado de Ellen Cardoso, a “Mulher Moranguinho”. Ele deverá deixar a casa que o casal dividia e manter distância mínima de 100 metros da vítima. A determinação também vale para os parentes de Ellen e testemunhas do caso. O cantor foi preso em flagrante na manhã de quarta-feira (06), em sua casa, na Zona Oeste, por porte ilegal de arma.

Leia também

Ao procurar a Delegacia de Atendimento a Mulher (Deam) de Jacarepaguá para registrar as agressões, no último sábado, Ellen denunciou que o marido possuía uma arma não registrada. A Polícia Civil encontrou ontem uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição debaixo de um colchão, na casa do cantor, que foi detido e liberado após pagar fiança.

Ellen acusa o marido de tê-la agredido com socos, tapas e puxões de cabelo após uma discussão por ciúmes. A magistrada Ana Paula Delduque ressalvou que, mesmo com a medida protetiva, o cantor tem direito de visitar a filha que teve com Ellen. A juíza também aceitou denúncia do Ministério Público contra o cantor pelos crimes de ameaça e lesão corporal decorrente de violência doméstica.

Ver comentários