A ONU vai mesmo trazer a família de Kaysar para o Brasil?

Tiago Leifert fez o anúncio ao vivo na final do 'BBB', mas o órgão que cuida do assunto afirma que não recebeu nenhum contato da Globo

Publicado em 20/04/2018 às 16h28

Atualizado em 20/04/2018 às 16h47

Apesar da animação durante o programa, há questões sobre como a ONU vai agir para trazer a família de Kaysar Dadour para o Brasil
Foto:Paulo Belote | Globo
Apesar da animação durante o programa, há questões sobre como a ONU vai agir para trazer a família de Kaysar Dadour para o Brasil

Durante a final da 18ª edição do Big Brother Brasil nesta quinta-feira (19) o apresentador Tiago Leifert falou ao participante Kaysar Dadour, que ficou na segunda colocação, que a Organização das Nações Unidas (ONU) vai ajudar a trazer sua família da Síria. Kaysar veio ao Brasil como refugiado sírio em 2014, escapando da guerra civil que assola o país, deixando os pais para trás.

Leia também

Apesar da animação na hora do programa, no Vídeo Show do dia seguinte, sexta-feira (20) Leifert explicou que conversou com Kaysar e baixou o tom sobre o assunto. "A ONU não vai entrar lá [na Síria] falando 'cadê a família do Kaysar?', não é isso. Ela é uma organização humanitária que consegue responder as perguntas que ele tem", explicou o apresentador.

Procurado pela reportagem, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), órgão da ONU que cuida desses assuntos, afirma que a Globo não entrou em contato para falar sobre as tratativas de trazer os pais de Kaysar ao Brasil, pontuando que o processo de reunião familiar é complexo e definido em lei.

A reportagem pediu esclarecimentos sobre o assunto para a Globo, mas até o momento da publicação não obteve resposta.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online