Capixaba Joana Borges é premiada pela personagem Verena, de "Malhação"

Jovem recebeu o Prêmio Nelson Rodrigues por sua atuação na novela teen da Globo

Publicado em 18/09/2018 às 15h19

Atualizado em 19/09/2018 às 10h01

Joana Borges, atriz que dá vida a Verena, em "Malhação", da Globo, recebeu o Prêmio Nelson Rodrigues no último dia 3 deste mês. O evento, que também condecorou Mateus Solano, Rafa Vitti e Rosa Maria Murtinho, reconheceu a capixaba profissionalmente pelo papel na novela teen, que é de uma menina de 15 anos que sofre uma tentativa de estupro. Aos 24 anos, ela, que já foi recusada em papéis anteriormente, comemora seu estrelato.

A atriz Joana Borges, que faz sua estreia na Globo em "Malhação: Vidas Brasileiras", dando vida à adolescente Verena, que sofre uma tentativa de abuso sexual na trama
Foto:Reprodução/Instagram @joanagborges
A atriz Joana Borges, que faz sua estreia na Globo em "Malhação: Vidas Brasileiras", dando vida à adolescente Verena, que sofre uma tentativa de abuso sexual na trama

No palco, recebendo o prêmio, Joana destacou: "Fiquei muito contente com o papel de Verena. Porque eu ia atuar. Mas eu soube que seria uma responsabilidade muito grande representar tantas meninas e meninos dessa idade escolar (15 anos) que o tempo todo são assediados ou sofrem tentativas de abuso. Então eu me dediquei muito e estar aqui, hoje, recebendo esse prêmio. É a realização de um sonho". Assista: 

Desde pequena, quando ainda morava em Vitória, Joana queria ser atriz. Pouco antes de se formar em jornalismo, em 2016, já estava em São Paulo se lançando para tentar alavancar a própria carreira. De agora, até o fim de "Malhação", a capixaba se dedicará inteiramente à personagem, que ela até se identifica, já que diz que Verena, assim como ela, é "sonhadora e determinada", em suas próprias palavras.

Em entrevista exclusiva ao Gazeta Online, Joana destaca sua entrada na Globo e de como conseguiu ter esse reconhecimento tão jovem:

Jovem, recém-chegada na Globo e premiada. Qual o segredo?

Não tem segredo. Tem a ver com o envolvimento com a causa, conflito da personagem, e dedicação. Eu queria que garotas que sofreram ou sofrem com o assédio, abuso sexual, se reconhecessem na Verena. É um tema que merece um cuidado muito grande, não podia ser tratado de forma leviana

E como foi a premiação?

Ganhei o Prêmio Nelson Rodrigues pela quinzena da Verena, em "Malhação" (sobre a quinzena, a atriz se refere a como a trama é levada, onde cada personagem ganha destaque na novela teen durante 15 dias). Não foi surpresa porque os organizadores do evento, a assessoria da ANCEC, entrou em contato com a minha assessoria e me convidou formalmente para receber o prêmio. O júri já havia votado e aprovado a minha indicação

.
Foto:Explane/Reprodução
.

Verena tem alguma coisa a ver com você?

A Verena é muito sonhadora e determinada. Eu sou assim também. Sem fui atrás das coisas que eu quero e não meço esforços pra conseguir, se realmente valer a pena e for me fazer feliz

E como foi o processo para entrar em "Malhação"?

Depois de uma seleção de alguns meses me ligaram dando a resposta. Foram semanas de oficinas, que incluíam entrevista, monólogos e muitos exercícios. Independentemente de qualquer resultado, foi uma experiência memorável e um aprendizado muito grande. A equipe de direção, produtores de elenco e autora tiveram um cuidado muito grande ao escolher cada integrante desta temporada. Fazer "Malhação" é a realização de um sonho. Assisti muito quando era mais nova

E desde que começou na novela como está o retorno dos fãs?

Os fãs participam muito, principalmente por meio das redes sociais. A história da Verena não foi escrita à toa. Ela levanta questões extremamente delicadas e recorrentes no Brasil e que atingem diariamente a muitas mulheres. Queria que outras garotas assistissem e se identificassem. Recebi muitas mensagens de meninas, e até de meninos, falando que já passaram por situações parecidas e que ficaram felizes de verem o assunto sendo retratado na "Malhação". Para mim, foi uma alegria imensa sentir que consegui representá-los de alguma forma

.
Foto:Reprodução/Instagram @joanagborges
.

Enquanto ainda morava no Espírito Santo já tinha tido algum contato com a carreira artística?

Eu comecei a atuar ainda criança, em Vitória. Falava em ser atriz, mas não imaginava que essa pudesse vir a se tornar realmente a minha profissão. Decidi pela carreira profissional em São Paulo, no terceiro período de jornalismo (me formei em 2016). Eu fazia parte de um grupo de teatro que se encontrava nos finais de semana e, durante os ensaios da nossa segunda peça juntos, eu tive esse “click”. Foi aí que eu comecei a me dedicar pra valer às artes cênicas, e não mais como um hobby

E como é a ponte aérea São Paulo X Vitória?

Não consigo ir muito pra Vitória por causa da rotina de gravação. Mas somos muito próximos, estamos sempre nos falando e minha mãe vem me visitar com certa frequência. Sinto falta de estar mais presente fisicamente na casa dos meus pais, somos muito unidos. Quando estou em Vitória, meu pai sempre faz moqueca capixaba, comemos caranguejo... É um dos meus pratos preferidos

Muitos te chamam de "a nova Nathalia Dill" pela semelhança física. Comparações como essa te incomodam?

Não. É natural que as pessoas falem que parecemos com alguém. Acho a Nathalia linda e muito talentosa

Aliás, tem alguma atriz que você se inspira?

Têm muitas. Amo o trabalho da Hilary Swank, no cinema; da Adriana Esteves e da Drica Moraes, na TV; Laila Garin, no teatro musical; Glaucy Fragoso e Grace Passô, no teatro; entre outras tantas atrizes que me inspiram diariamente

No início da carreira, chegou a ser reprovada para alguns papéis. Como você avalia sua evolução?

É um aprendizado constante e um desafio toda vez que faço teste para uma personagem. Isso me permite estar sempre habitando o novo e me renovando. Aprendo muito com cada experiência e procuro sempre fugir da zona de conforto. Não é fácil trabalhar como atriz e ter a oportunidade de dar vida a uma personagem com tamanha visibilidade. É preciso muita força de vontade e estudo para estar aqui

E daqui para frente, quais são os planos?

Tenho ideias, desejos... Mas nada concreto por enquanto. Tem muita Verena pela frente ainda

.
Foto:Reprodução/Instagram @joanagborges
.

Compartilhe



Mais no Gazeta Online