"Falava que quem ia pra TV vendia a alma", relembra Marcos Mion

Apresentador falou do início da carreira

Publicado em 14/09/2018 às 10h32

O apresentador Marcos Mion relembrou o início de sua carreira na televisão em entrevista ao The Noite da última quarta-feira, 12 - e contou que se manter nesta área era exatamente o oposto do que queria.

Marcos Mion
Foto:Reprodução/Instagram @blogdofabricio
Marcos Mion

"Passei minha adolescência inteira em teatro, nunca quis trabalhar na televisão. Falava que quem ia pra TV vendia a alma e não fazia arte de verdade. Eu tinha esse discurso", contou.

Em seguida, relembrou seu trabalho em uma série que fez bastante sucesso com o público no início dos anos 2000: "Meu primeiro ano na TV, trabalhando em Sandy e Júnior, lá na Globo. Acabava a cena que eu fazia o Max, com umas falas tipo: 'Sandy, acredita em você, vai dar tudo certo!', eu não ficava com a galera. Pegava meu livro de [Bertolt] Brecht, ia sentar embaixo de uma árvore e ficava lendo".

Compartilhe



Mais no Gazeta Online