Jeremias: da casa destruída pela chuva na Serra ao sucesso no The Voice

Menino de 11 anos, que interpretou a canção de Gonzaguinha no programa, seguiu as lições da música, sem parar de sonhar, mesmo com as adversidades

Publicado em 07/01/2019 às 12h14

Atualizado em 07/01/2019 às 14h01

Jeremias Reis, 11 anos, em visita à Rede Gazeta
Foto:Laila Magesk
Jeremias Reis, 11 anos, em visita à Rede Gazeta

"Nós podemos tudo. Nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será". A letra da música "Semente do Amanhã" (Gonzaguinha), cantada pelo capixaba Jeremiais Reis, de 11 anos, não poderia encaixar melhor na história desse menino que emocionou o Brasil no programa The Voice Kids, da TV Globo, neste domingo (06).

Com todas as cadeiras dos jurados viradas, os elogios se multiplicaram ao menino que teve a casa perdida por conta da chuva, mora em um local emprestado no bairro Jardim Central, na Serra, e não conseguiu ir ao shopping no ano passado para ver o Papai Noel - porque a mãe não teve condições. Mas, assim como indica outra parte da canção - "não se desespere não, nem pare de sonhar" -, o garoto seguiu em frente e arrasou no palco.

>Destaque no The Voice, capixaba está em projeto social desde os 6 anos

Jeremias faz parte do Projeto Legal, que este ano completa 20 anos no bairro Central Carapina, na Serra. A coordenadora do projeto social, Edilene Corrêa Battisti Santos, foi quem inscreveu o menino na atração. Desde os 6 anos de idade, ele faz aulas, inclusive de canto, na instituição. 

Nesta segunda-feira, enquanto Jeremias ainda dormia se recuperando da euforia deste domingo, a mãe dele, a auxiliar de serviços gerais Fabíola Rodrigues Pereira, 30 anos, que no momento está desempregada, conversou com a equipe do Gazeta Online. Para ela, a presença do filho na atração mostra que tem muitos talentos na periferia que precisam ser desenterrados. Veja a conversa. 

Como você está se sentindo?

Nem estou acreditando muito não. Estamos aí, torcendo para ele ir até o final.

Como é a vida do Jeremias aqui na Serra?

Ele é uma criança normal. Gosta muito de sair. Às vezes, não tem como eu levar ele. Ele gosta muito de shopping, de passear. Só que esses negócios é mais para o final de ano. Esse ano (2018) não deu mesmo para eu levar ele. Todo final de ano eu levo, tiro foto dele com o Papai Noel. Essas coisas de criança mesmo que ele gosta de fazer. Gosta de ir na praia, gosta de ir em parque de diversões, só que ele nunca foi, porque eu não tenho condições financeiras. Estou desempregada, com a minha casa para construir. Só o padrasto dele trabalha. Eu sempre falo com ele. Novembro entrou água em tudo lá dentro de casa. Fiquei na água com ele.

Novembro agora?

É. Estava chovendo muito e ele estava no projeto. Foi correndo lá em casa, e a água já começou a entrar. Aí eu tive que sair dali porque estava entrando água.

Vocês moravam de aluguel?

É casa minha mesmo, no bairro Jardim Central. Só que a rua tá baixa e a minha casa tá baixa também. Desmontei tudo ali e estou morando na casa de um colega que me emprestou para morar uns três meses, para poder dá tempo de construir. Mas ainda nem comecei. Mas estamos aí. Essa casa que estou morando é na mesma rua. Meu marido está comprando os materiais devagarinho. A casa está no chão. Geralmente, a água fica até a canela, mas, como a chuva foi rápida, ficou até o tornozelo.

Jeremias gosta de cantar em casa?

Gosta e eu brigo muito com ele.

Por quê (risos)?

Porque ele não canta, ele grita dentro de casa. É coisa de criança, mas só que não tem horário. Ele quer gritar de madrugada. Falo: 'Menino, isso não é hora de ficar gritando não. Pelo amor de Deus. Olha a hora'.

Se deixar ele quer cantar o dia inteiro?

Igual um passarinho, quer cantar o dia inteiro. O pessoal lá perto de casa fala: 'Esse menino canta'.

Agora, com o The Voice, o que os vizinhos estão achando?

Manda cantar. "Pode cantar, Jeremias".

E ele, como reagiu?

Fica rindo. Agora não quer nem cantar mais. Só fica rindo.

Onde vocês assistiram ao programa ontem?

Primeiro lá em casa, mas como estava muito quente, fui para a casa da minha cunhada assistir lá. E fiz um vídeo lá para poder mandar para a Globo.

Ele estava junto?

Tava. Morrendo de chorar. Nem assistiu direito. Pediu pra ver o vídeo porque não tinha assistido direito, mas falei que não dava porque só tem gritaria no vídeo. Todo mundo começou a gritar, gritar.

Agora você está orgulhosa do filho?

Verdade. Eles falaram bastante que viram o brilho de Deus nele. Uma luz diferente. Que ele venha fazer diferença, que eles não possam olhar para a classe social. Aqui dentro também tem muitos talentos que precisam ser desenterrados. Não só aqui, mas em outras periferias também.

Ele agora está em casa?

Tá dormindo, se recuperando da euforia. 

Nesta segunda-feira (07) à noite, Jeremiais embarca para o Rio de Janeiro para mais uma etapa do programa. 

Compartilhe



Mais no Gazeta Online