Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, é acusada de golpe, diz colunista

Segundo informações do colunista Leo Dias, ela recebeu um depósito para uma parceria e sumiu

Publicado em 10/01/2019 às 17h22

Foto:Reprodução/Instagram @brunasurfistinhaoficial

Rachel Pacheco, a Bruna Surfistinha da vida real, recebeu um depósito em sua conta para uma parceria e sumiu. É o que diz denúncia que chegou até o colunista Leo Dias, que divulgou a informação dizendo, ainda, que a loira está sendo atacada pelos fãs nas redes sociais. 

De acordo com o colunista, a moça teria feiro um apelo nas redes sociais buscando sócios para abrir franquias de sua rede de sex shop. 

Leia também

"Era R$ 2.500 a parte da sociedade e R$ 100 para comprar a cota de franquias. Eu recebi dois contratos e receberia também uma porcentagem pela venda dos produtos e o lucro da minha franquia, pelo que eu divulgasse. Inclusive eu montaria um sexy shop virtual meu com a marca Bruna Surfistinha. Eu tinha acertado isso com ela e tenho tudo documentado. Ela me mandou o contrato, pediu pra eu assinar e devolver pra ela, e depois fazer o acerto. Eu fiz o acerto e depois disso ela sumiu. Quis fechar essa proposta inicial porque ela me ofereceu uma outra parte da sociedade que custaria em torno de 25 mil", contou Leo Dias um rapaz que se diz lesado por Raquel.

Procurada pelo colunista, Raquel Pacheco não foi encontrada para comentar sobre a denúncia. 

Compartilhe



Mais no Gazeta Online