Leo Dias tem recaída com vício em cocaína e se afasta do trabalho

Colunista e apresentador do "Fofocalizando", Leo Dias luta contra o vício há mais de 20 anos e recentemente se tratou usando ibogaína - substância originária da África

Publicado em 08/02/2019 às 14h17

Foto:Reprodução/Instagram @leodias

Depois de meses afastado das drogas, o jornalista Leo Dias, de 43 anos, teve uma recaída e anunciou publicamente que pediu afastamento do "Fofocalizando", programa que apresenta no SBT. 

As informações são do colunista Ricardo Feltrin, do site Uol. 

Leo Dias vinha fazendo acompanhamento terapêutico desde o ano passado e, segundo Ricardo Feltrin, ficou mais de seis meses sem fazer o uso do entorpecente. 

Leia também

Não há previsão de quanto tempo o jornalista ficará afastado e Leo Dias, provavelmente, saia do Rio de Janeiro - onde as recaídas são mais passíveis de acontecer. 

"E eu, que estava me sentindo tão forte e as coisas pareciam tão mais fáceis. Eu me esqueci que a qualquer momento a vida nos prega uma peça. E quando eu já achava que já tinha vivido o fundo do poço, descubro que ele é mais profundo", postou Leo Dias, em seu perfil do Twitter. 

 

 

LEO DIAS USOU IBOGAÍNA PARA TRATAR VÍCIO

Há quase duas décadas Leo Dias usa cocaína. Ele chegou a servir de personagem para um "Conexão Repórter" com Roberto Cabrini, em 2018, onde comentou seu sofrimento com a doença. 

Em 2018, o colunista se submeteu a duas internações para ingerir ibogaína, uma substância originária da África que vem ajudando viciados em cocaína e crack a tratarem o vício. 

O sucesso do tratamento depende da mudança de hábitos e frequência dos pacientes. Segundo Ricardo Feltrin, médicos especializados em vício, no entanto, costumam afirmar que "recaídas também fazem parte de um tratamento". 

Compartilhe



Mais no Gazeta Online