"Está sendo difícil", diz irmã de Neymar sobre polêmica de estupro

Irmã do jogador o defendeu na web

Publicado em 04/06/2019 às 08h51

Neymar e a irmã, Rafaella Santos
Foto:Reprodução/Instagram
Neymar e a irmã, Rafaella Santos

Rafaella Santos precisou ir às redes sociais para defender o irmão, Neymar, após a polêmica de estupro em que o craque se envolveu. 

> Polêmica de estupro de Neymar revive caso entre Andressa Urach e CR7

Na madrugada desta terça (4), segundo informações da revista Caras, ela soltou: "Como todo mundo sabe, eu nunca fui de me posicionar em nenhuma rede social para falar ou deixar de falar o que sai do meu irmão por aí. Sempre me mantive quieta, sempre fiquei em silêncio, mas dessa vez a situação é diferente. É uma situação superchata, que para mim e para a minha família está sendo muito difícil". 

> Jogadores da seleção defendem Neymar após acusação de estupro

Em seguida, a jovem defendeu a inocência do atacante do PSG e disse que não entende o porquê de a mulher estar fazendo essas declarações.

> Pai de Neymar fala da acusação de estupro: "Sabíamos da chantagem"

Leia também

"É um assunto muito sério, que muitas mulheres lutam por isso. E o porquê ela fez isso eu nunca vou saber, mas espero de coração que você consiga dormir, que você tenha consciência de tudo que você fez. Eu não desejo seu mal, não desejo mesmo. Como você disse nas mensagens aí, desejando o mal do meu irmão, eu não desejo isso pra você. Desejo que Deus te perdoe de coração e que você consiga seguir em paz depois de tudo isso que você fez (...) Eu amo o meu irmão acima de tudo, bato a cara por ele. Todo mundo que o conhece sabe que ele não faria uma coisa dessa. É triste, é de você querer brigar, porque meu irmão é a pessoa que mais me protege nesse mundo. As pessoas que conhecem a gente sabem disso, sabem o quanto ele é importante para mim. Então eu nunca vou deixar ninguém falar uma coisa dessa dele, porque é horrível! Quem tem irmão sabe, quem tem uma família sabe", desabafou. 

Compartilhe



Mais no Gazeta Online