Temporada de visita de baleias está aberta em Vitória; saiba como ver

Entre junho e outubro, passam cerca de 18 mil baleias jubartes pelo litoral capixaba

Publicado em 05/07/2018 às 17h49

Atualizado em 10/07/2018 às 20h00

As baleias jubarte têm os mares do Espírito Santo e Bahia como berçário e área de reprodução. Ficam por aqui de junho a novembro
Foto:Reprodução/Projeto Amigos da Jubarte
As baleias jubarte têm os mares do Espírito Santo e Bahia como berçário e área de reprodução. Ficam por aqui de junho a novembro

De 20 a 40 quilômetros da costa de Vitória estão passando cerca de 18 mil baleias jubartes entre junho e outubro. O período acontece todo ano e é nele que esses animais escolhem os mares capixabas para darem o ar da graça. O legal é que dá para vê-los de perto e estudar a espécie de forma mais detalhada. Além disso, que tal altas selfies e fotos com os saltos que só elas sabem dar? Afinal, essa é uma das acrobacias que tornam as jubartes famosas.

Sim, é possível ver os animais. No Estado, existe uma média de cinco empresas que firmaram parceria com a Prefeitura de Vitória e realizam o passeio, que tem percurso de quatro a cinco horas. Segundo o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, só no ano passado, os passeios levaram mais de 700 capixabas e turistas para ver as baleias de perto.

Leia também

"Há dois anos, nós iniciamos o fomento desse produto turístico. Queremos mostrar para os moradores e turistas que existe esse passeio no mar que pode ser feito. E, claro, com todo o respeito ao animal, ao ambiente dele...", explica o secretário, que complementa: "Hoje, são 18 embarcações que fazem o percurso. Essas expedições acontecem por meio de uma empresa privada, que é a instituição, por isso a questão de horários, preços e outras informações é só com eles. O papel da PMV é divulgar esse potencial e dar suporte no que for preciso", detalha.

FILA DE ESPERA

Thiago Ferrari, coordenador do Amigos da Jubarte e Jubarte.LAB - empresas que coordenam os passeios intermediando as transações entre turistas e agências -, garante que para este ano já existe uma lista de espera de 300 pessoas. "Ano passado foram 200 turistas que acabaram não conseguindo fazer o passeio. Hoje, temos seis agências credenciadas e capacitadas por nós para o passeio, porque é importante saber as técnicas, ter noção das regras e respeitar o meio ambiente", aponta.

E quem vai no passeio, não esconde na expressão o encantamento com esses animais magníficos. Veja um passeio em que as baleias chegaram bem próximas do barco

COMO AGENDAR O PASSEIO

As saídas são feitas todo fim de semana, aos sábados e domingos, a partir das 7h, desde que as condições meteorológicas e oceanográficas estiverem desfavoráveis. Passeios durante a semana são organizadas sob demanda. Os interessados podem agendar tudo por um formulário ou e-mail para [email protected], enviando seu nome, telefone e sua agência de preferência (Natura Ecoturismo, Aves, Blue Trip, Jubarte Safari e Poltrona I).A confirmação das saídas ocorrerão 72 horas antes da partida.

Thiago revela que cada passeio pode durar de cinco a sete horas e o valor por pessoa é, em média, de R$ 200. "Isso porque esses dois fatores dependem da embarcação que você escolher. Têm agências que também fecham pacotes para grupos, o que pode baratear o passeio", explica.

Para ele, é um turismo que a cada ano atrai mais atenção das pessoas, já que fica mais popular. "A gente observa que a procura começa mais cedo e o volume de pessoas interessadas sempre é maior", justifica.

SERVIÇO

Passeios para ver as baleias jubarte em Vitória

Quando: saídas sábados e domingos, sempre às 7h - com tempo em condição favorável

Valor: em média, R$ 200 (por pessoa)

Tempo de passeio: de 5h a 7h

Agendamento: basta preencher o formulário ou enviar e-mail para [email protected], enviando seu nome, telefone e sua agência de preferência (Natura Ecoturismo, Aves, Blue Trip, Jubarte Safari e Poltrona I). A confirmação das saídas ocorrerão 72 horas antes da partida.

Informações: (27) 99986-4177

Compartilhe



Mais no Gazeta Online