Notícia

Rakitic revela emoção pela Croácia na final e torcida por Djokovic

Meia afirma que partida de domingo, diante da França, será o dia de maior expectativa do esporte croata e elogiou postura do tenista sérvio: 'Tiro o chapéu'

Publicado em 13/07/2018 às 14h20

O sentimento nacionalista aflorou ainda mais na seleção croata com a chegada na inédita final de Copa do Mundo. Isso ficou ainda mais flagrante nas respostas do meia Rakitic em coletiva de imprensa ocorrida nesta sexta-feira, no Estádio Lujniki, palco do jogo com a França, neste domingo, às 12h (de Brasília).

Rakitic é o camisa 7 da seleção da Croácia
Rakitic é o camisa 7 da seleção da Croácia

Questionado se tinha feito a escolha certa ao escolher a Croácia ao invés da Suíça (país onde nasceu), Rakitic foi direto ao ponto.

- Não poderia existir sentimento melhor agora. Decidi atuar pela Croácia e sempre tive sonhos. Sempre quero jogar finais, estou habituado a isso. Mas chegar a uma decisão da Copa do Mundo é a realização de um objetivo maior. Quero muito aproveitar esses dias. Trocaria minha carreira inteira por esse título - destacou.

Rakitic também fez questão de deixar qualquer objetivo pessoal dele ou de qualquer companheiro de seleção de lado em prol da inédita conquista. E usou o povo croata para o exemplo de força em um momento onde o grupo está desgastado por ter atuado em três prorrogações.

- Não estaremos sozinhos. Não será apenas 11 jogadores em campo, nossa comissão, o grupo. Vão entrar em campo quatro milhões de croatas conosco. Desde os primeiros dias aqui na Rússia sentimos a energia deles. E ver as últimas imagens de emoção pelo feito é algo gratificante. Vamos nos superar mais uma vez. É o jogo da história do esporte croata - declarou.

Outro ponto importante do bate-papo de Rakitic foi Djokovic. O tenista da Sérvia, país que é rival da Croácia, afirmou recentemente que torceria para seus vizinhos e foi hostilizado por seus conterrâneos. O meia do Barcelona enalteceu o "vizinho" e foi além.

- Tiro o meu chapéu para ele. Também afirmo que vou torcer para ele estar na final de Wimbledon (Djokovic joga nesta sexta-feira com Rafael Nadal pela semifinal do torneio). Quero que domingo seja um dia de títulos para nós dois. As pessoas precisam entender que somos seres humanos. A história fica para trás. Ele é uma pessoa fantástica - declarou.

A Croácia treina nesta sexta-feira em um campo anexo ao Estádio Lujniki. No entanto, o técnico Zlatko Dalic não dará pistas sobre qual time enfrenta a França. A questão física, contudo, deve ser determinante para a definição da equipe titular da Croácia.

Ver comentários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS