Notícia

Corinthians detalha como foi socorro a torcedor que morreu na Arena

Clube nega ter havido demora no socorro a Diego da Silva, que morreu aos 23 anos por conta de uma parada cardiorrespiratória

O Corinthians detalhou o procedimento realizado com o torcedor Diego da Silva, que morreu aos 23 anos durante a partida contra o Oeste no último domingo, na Arena. O jovem teve uma parada cardiorrespiratória, foi atendido por bombeiros e médicos no setor Norte do estádio, mas faleceu a caminho do hospital.

O Corinthians negou ter havido demora no socorro e colocou as câmeras de segurança da Arena à disposição das autoridades. Veja abaixo o comunicado emitido pelo clube:

"O Sport Club Corinthians Paulista vem a público esclarecer boatos e informações inverídicas (fake news) que estão circulando em grupos de mensagens privadas sobre o atendimento ao torcedor Diego da Silva, de 23 anos, que teve uma parada cardiorrespiratória ao final do primeiro tempo do jogo entre Corinthians e Oeste, realizado ontem (17/3) na Arena, e veio a falecer na Unidade de Pronto Atendimento 20 de Agosto para onde foi removido de ambulância.

Segue o histórico da ocorrência:

16h36m35s - Torcedores alertam o policiamento sobre a ocorrência. O primeiro bombeiro chega ao local 20 segundos depois.

16h37m45s - Equipe de resgate chega ao local da ocorrência.

16h38m - Policiamento chega para apoio e isolamento da área.

16:39m - A Equipe de resgate / bombeiro avaliam as condições do torcedor e iniciam a massagem cardíaca. Torcedor colocado na prancha.

16:45m - Equipe médica chega no local e assume massagem cardíaca e ventilação mecânica. Começa preparo para remoção do local pela ambulância do campo.

16:49m - Utilizado desfibrilador para leitura e disparo.

16:51m - Torcedor é removido para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 20 de agosto, próxima à Arena e o atendimento pela equipe da Arena apoia o atendimento na unidade.

O Sport Club Corinthians Paulista informa que as imagens das câmeras de segurança encontram-se à disposição das autoridades e reitera seu compromisso com a transparência, lamentando o ocorrido que infelizmente resultou na morte prematura de um jovem de 23 anos e volta a se solidarizar com familiares e amigos de Diego neste momento difícil."